Home > Seriados > Artigos > As grandes promessas para a temporada de séries 2018!

As grandes promessas para a temporada de séries 2018!

As grandes promessas para a temporada de séries 2018

As séries recentes marcam uma nova era do audiovisual. Com grandes atores, diretores, roteiristas e produtores do primeiro escalão de Hollywood perambulando cada vez mais na pequena tela, o potencial de qualidade vem aumentando diariamente – ou pelo menos aumentando o leque de produtos televisivos diferentes, de diversos gêneros e propostas.

Para alguns críticos e especialistas, a década passada foi a maior década de séries da TV americana – aquela que teve The Sopranos, The Wire, The Shield, Breaking Bad, entre outras. Mas temos que ressaltar que o pessoal dessa década está se esforçando também!

Porém, não viemos aqui falar sobre o passado, e sim sobre as novas séries que prometem ser pelo menos um bom passatempo para a gente maratonar ou assistir uma vez por semana. Podemos ver na lista abaixo o grande investimento em séries de gêneros como sci-fi, faroeste, horror, humor negro e policial. Mostra claramente a procura dos canais por conteúdos diferentes dos padrões convencionais, como dramas familiares; ou o já batidos procedurais, e as comédias sitcom tradicionais.

Separei algumas que me chamaram bastante atenção, e vou falar um pouquinho delas aqui para vocês.

Começando por algumas séries do NETFLIX

ALTERED CARBON, que estreia no dia 02 de Fevereiro, se passa num futuro onde a sociedade se acostumou à prática de trocas de corpos. Sendo assim, o mercenário Takeshi Kovacs (Joel Kinnaman, do remake de Robocop do José Padilha e da série The Killing) acorda após 250 anos congelado em outro corpo. Com isso, precisa se adaptar àquele novo mundo, e é contratado por um homem riquíssimo para descobrir quem é o autor do seu próprio assassinato.

Com um visual cyber-punk – mas que lembra os dois Blade Runner – a Netflix investe pesadamente em efeitos especiais nessa série policial de sci-fi. Baseada no livro homônimo de Richard Morgan, e criada por Laeta Kalogridis – que é roteirista do ótimo Ilha do Medo de Martin Scorsese, mas que também é roteirista de Exterminador do Futuro: Gênesis… então ficamos empolgados, mas não muito.

O MECANISMO é uma série de José Padilha – das obra-primas Tropa de Elite e Narcos – e estrelado por Selton Mello, se passa nos bastidores da Lava-Jato; aquela longa história que não sai das mídias brasileiras. Com estreia programada para dia 23 de março, promete ser mais um marco da Netflix – principalmente para os padrões séries brasileiras.

O Brasil ainda não conseguiu nenhuma série que marcasse e entrasse para cultura popular – por mais que 3% seja um sucesso mundial, ela não entrou no dia-a-dia da cultura pop dos brasileiros. Com total liberdade para fazer essa série e vivendo nos EUA, José Padilha é não somente criador, mas também diretor de alguns episódios. Assim, a série promete muito e, para mim, é a mais aguardada de 2018.

MANIAC é uma série de humor negro estrelada pelos astros Emma Stone e Jonah Hill – que atuaram juntos na comédia Superbad – sem data prevista para estreia. Trata-se de uma adaptação americana, pela Netflix, de uma série original norueguesa. Criada por Patrick Somerville, que escreveu alguns episódios das séries The Leftovers e The Bridge, e será dirigida exclusivamente, em todos os dez episódios, por Cary Koji Fukunaga, que também dirigiu todos os episódios da primeira temporada de True Detective.

Um pouco sobre a trama, os personagens de Stone e Hill vivem em um mundo da fantasia; quando na verdade estão institucionalizados num hospital psiquiátrico. Essa série deve ser um novo marco para a TV moderna. Stone e Hill agora são astros vencedores ou mencionados no Oscar – ou seja, esses grandes astros também estão começando a fazer TV mesmo no seu auge, coisa rara no passado.

Vamos ficar devendo o trailer dessa, que ainda não foi lançado.

Séries no FX

FX é o canal norte-americano do grupo FOX, que recentemente se tornou Disney-FOX, e que tem feito o maior número de grandes séries da última década. Muito se fala da HBO e até da Netflix, mas, em termos de produtos originais, a FX está batendo um bolão, com Filhos da Anarquia, Justified, Lights Out, Damages, The Americans, Fargo, Atlanta, Legion, American Crime Story, e Feud  – além de American Horror Story, que ajudou a ressuscitar uma tendência de séries antológicas que parecia estava esquecida no tempo.

Todas essas séries são de 2007 para cá – e todas são muito elogiadas e aclamadas. Por isso, precisamos mencionar duas séries do FX que merecem ser aguardadas, e vão estreiar ainda este ano.

TRUST é um projeto da FX – mas que poderia ser uma produção da BBC, tendo o pedigree de Danny Boyle como diretor da maior parte dos episódios e escrita, assim como é criada pelo também britânico Simon Beaufoy, que foi parceiro do diretor no filme 127 Horas e Quem quer ser um milionário?

A minissérie conta a história de John Getty III, neto do John Getty, bilionário britânico da indústria do petróleo. Getty é interpretado por Harris Dickinson, que é sequestrado por mafiosos italianos. A historia ganha seus tons de suspense, quando seu avô, interpretado por Donald Sutherland, decide não pagar o resgate.

O elenco ainda conta com Brendan Fraser interpretando James Fletcher, o detetive particular que vai investigar o caso, e Hilary Swank como Gail Getty, mãe de John Getty III e esposa de John Getty filho. O mesmo projeto vai entrar no cinema com direção do Ridley Scott – batizado de Todo o Dinheiro do Mundo, estreia no dia 1 de fevereiro nos cinemas, ele já está indicado um Oscar. Já a minissérie estreia no FX dia 25 de março lá nos EUA – e no Brasil ainda não tem data de estreia. Agora é esperar os dois projetos serem lançados, para nós decidirmos qual é o mais interessante.

HUE 1968 é uma série criada por Michael Mann, grande produtor e diretor que despontou para o sucesso na TV, com a série Miami Vice dos anos 80, é o caso curioso e raro de um grande diretor de sucesso primeiro na tv e depois no cinema – com a sua obra máxima Fogo contra Fogo de 1995. Mann será diretor da maioria dos episódios. Hue 1968 é baseada em um livro de Mark Bowden, que também é autor de Black Hawk Down – adaptado por Ridley Scott no ótimo filme Falcão Negro em Perigo, de 2001.

A história se passa em Hue, antiga capital do Vietnã. Durante a guerra, ela foi alvo da ofensiva de Tet, onde houve um massacre na luta entre os norte-vietnamitas contra as forças americanas e sul-vietnamitas, em Janeiro de 1968. A minissérie seguirá a estrutura narrativa de Bowden, que humaniza os personagens e torna compreensível porque os acontecimentos sangrentos se desenrolaram daquela forma, deixando claro que o Vietnã era uma guerra intragável para os EUA.

Nessas narrativas, teremos o ponto de vista de uma garota colegial que, após perder sua irmã brutalmente, começa a ajudar um contrabandista de armas. Além delas, a série segue um ex-jogador da NFL que se tornou um Coronel das forças americanas, um poeta budista que virou comissário vietcong, entre outros. O elenco ainda não foi divulgado, e será a nova tentativa de Michael Mann de voltar para a TV – em 2011, sua Luck, para HBO, acabou cancelada por ter vários problemas com mortes e acidentes com cavalos, além de não ter dado o retorno financeiro esperado.

A série não tem data para estreia, mas rolar no segundo semestre, no canal FX mesmo – também ficamos devendo o trailer dessa.

Outras séries

COUNTERPART é um thriller de espionagem com toques de sci-fi, estrelado pelo talentoso J. K. Simmons – ganhador do Oscar por Whiplash. Simmons interpreta Howard Silk, modesto funcionário da área burocrática de uma agência de espionagem da ONU. Tudo começa a mudar quando Howard descobre que a organização para quem trabalha protege um portal para uma outra dimensão – um mundo invertido e sombrio.

Com isso ele descobre um outro Howard – outra versão de si mesmo – dando início a uma série de intrigas, traições, e perigos. Ele é usado pelo seu outro eu para tentar ajustar as condições desse mundo paralelo. A série é criada por Justin Marks, que foi roteirista da versão live-action de Mogli, de 2016, e do filme Street Fighter: A Lenda de Chun Li – ou seja, outro caso em que estamos curiosos, mas com o pé atrás também.

O piloto foi bem intrigante – dirigido por Morten Tyldum, diretor dos bons O Jogo da Imitação (2014) e Headhunters (2011). O mesmo já está disponível online. Os outros episódios devem ser lançados nos próximos meses. Sem previsão de lançamento oficial no Brasil, a série do é canal Starz, que fez a brilhante série Black Sails, assim como o vexame American Gods.

WACO é uma minissérie baseada em uma história verídica: o cerco de 51 dias de Waco, feito FBI em 1993 a uma seita religiosa comandada por David Koresh, numa igreja no Texas. Este cerco resultou num conflito com o FBI e um tiroteio mortal. A série conta os dois lados deste conflito – o da seita espiritual, com David sendo interpretado por Taylor Kitsch, da segunda temporada de True Detective; e o lado do FBI, na figura do negociador Gary Noesner, interpretado pelo talentoso Michael Shannon, de Homem de Aço (2013), e da linda série Boardwalk Empire da HBO.

Criado pela dupla Drew Dowdle e John Erick Dowdle, que também foram responsáveis por adaptar o ótimo filme de horror espanhol REC (2007) para uma versão americana, Quarentena (2008). John será também o diretor de boa parte dos episódios. A série será exibida pelo canal Spike lá no EUA, que é do grupo Paramount Network. Ela estreou lá dia 23 de Janeiro, mas no Brasil ainda não tem previsão ou canal. Mas fiquemos ligado, porque o trailer é muito intrigante, e Kitsch está sinistro.

YELLOWSTONE é uma série criada por Taylor Sheridan, roteirista de A Qualquer Custo (2016), Sicário (2015) e Terra Selvagem (2017). Taylor é conhecido por repaginar o gênero clássico do western. Sua série será estrelada por Kevin Costner, que fará um fazendeiro, o patriarca da família John Dutton, que possui uma vastidão de terras que fazem fronteira com o parque nacional de Yellowstone, no EUA.

Em torno dessas posses surgem varias tensões, intrigas e disputas internas por grupo rivais. Kevin Costner conhece bem o gênero de western, o que é um ponto a mais. Taylor Sheridan também dirige vários episódios. A série, também da Paramount Network, tem previsão de lançamento para 20 de Junho lá fora. Aqui no Brasil, sem previsão e sem trailer por enquanto.

COLT é um dos projetos mais interessantes de 2018. É uma série baseada numa ideia do grande mestre Sergio Leone . O projeto é desenvolvido pelo Leone Group, comandado pelos filhos do mestre Rafaella e Andrea. Os dois chamaram o renomado Stefano Sollima, que foi showrunner da ótima série Gomorra (baseada no livro com mesmo nome), que é exibida pela HBO aqui.

Ele vai estrear como diretor em Hollywood com a continuação de Sicario (2015). Nessa temporada, o italiano vai dirigir episódios e também ser o showrunner dessa minissérie. Sollima é filho do grande diretor dos anos sessenta Sergio Sollima, também muito conhecido pelos seus spaghetti-westerns, como O Dia da Desforra (1966) e Quando os Brutos se Defrontam (1967).

A trama conta a evolução de como crianças vão se tornando foras-da-lei no Velho Oeste, e a conexão entre os episódios é pelo revólver COLT que dá nome a série. Uma das notas deixadas por Leone dizia que essa minissérie poderia servir como um prelúdio do faroeste clássico Jesse James (1939), de Anthony Mann que conta história de Jesse e Frank James que, depois de verem sua mãe assassinada, se tornam foras-da-lei. Jesse e Frank foram interpretados por Tyrone Power e Henry Fonda, respectivamente.

Ainda não tem trailer, mas com essas referências, é difícil não se empolgar!

THE ALIENIST é uma série original da TNT, que estreou dia 22 de janeiro agora – mas ainda dá tempo de correr atrás. A trama se passa na Nova York no século 19, quando um brutal serial killer começa a fazer inúmeras vitimas na cidade. O projeto é baseado nos livros de Caleb Carr, de 1994.

Daniel Brühl será o Dr. Laszlo Kreizler, que usa um novo método de psicologia para caçar o primeiro serial killer da cidade. Luke Evans é um ilustrador e repórter criminal que o ajuda nessa missão, junto com Dakota Fanning, que interpreta Sara Howard, a secretária do Comissário Roosevelt, que sonha em ser a primeira policial mulher da cidade.

Criado por Hossein Amini, que adaptou Drive para o cinema, também tem Cary Koji Fukunaga como produtor-executivo e um dos roteiristas da série. A TNT tem realizado ótimas series originais como Animal Kingdom, e o trailer mostra um suspense sinistro e bem tenso, com um recorte do século 19 bem interessante. Sem previsão de exibição no Brasil. Um pouco de terror nunca é demais.

THE TERROR é uma minissérie oficial AMC, ambientada em 1847. Inspirada em fatos, uma expedição da marinha real britânica é atacada por um misterioso predador que se aproxima dos barcos e das suas tripulações – dando início a um jogo desesperado de incertezas e sobrevivência. A série é estrelada por Ciarán Hinds como o Capitão Sir John Franklin. O elenco ainda conta com Tobias Menzies Jared Harris. Hinds e Menzies contracenaram em Roma, assim como também participaram de Game of Thrones.

O projeto tem Ridley Scott como produtor executivo, e é baseado no livro O Terror, de Dan Simmons. O criador da série é David Kajganich, conhecido por ter roteirizado o fraco Invasores. A série estreia dia 26 de março lá nos EUA e no Brasil, também pelo canal AMC. O trailer é tenso, assistam!

CASTLE ROCK é uma série baseada em vários escritos de Stephen King, que se passam na cidade fictícia homônima, localizada no Maine, nos EUA. O projeto será uma antologia de terror – a cada temporada, apenas o cenário se mantém, mudando elenco e ambientação.  Lá, passado e presente se cruzam. No elenco da primeira temporada, temos Sissy SpacekBill Skarsgard, André Holland, e Jane Levy, entre outros.

A série é de produção-executiva de J.J. Abrams, e criado por Sam Shaw e Dustin Thomason, que recente foram responsáveis pela elogiada série Manhattan. O Mestre Stephen King disse que não sabe nada do que vai para telinha, mas que segue como consultor do seriado. A série é original do streaming Hulu, que ainda não chegou para o Brasil. Recentemente, Hulu ganhou seu primeiro Emmy com a série The Handmaid’s Tale. Confiram o intrigante trailer.

 

É isso galera, quem aí está empolgado para a temporada de séries 2018? Faltou alguma série na lista? Comentem aí embaixo.

Um agradecimento especial ao amigo Heraclito Maia, que ajudou com as informações sobre a série Colt.

Já leu essas?
The Plot Against America - HBO
The Plot Against America na pauta do Formiga na Tela!
Cobra Kai
A 3ª temporada de Cobra Kai – com spoilers – no Formiga na Tela!
Não se fazem séries como antigamente -Formiga na Tela 299
Séries que dificilmente seriam feitas hoje no Formiga na Tela!
resenha do livro Eu estou pensando em acabar com tudo
Eu Estou Pensando Em Acabar Com Tudo – Terror e autoconhecimento!