Home > Quadrinhos > Nas Profundezas da Loucura – Lovecraft pós-apocalíptico!

Nas Profundezas da Loucura – Lovecraft pós-apocalíptico!

Horror cósmico na HQ nacional Nas Profundezas da Loucura

Com tantas republicações, dissertações, homenagens e materiais de todo tipo sobre H. P. Lovecraft que se amontoam no mundo atual, há espaço para mais? A resposta é “Depende”, pois se os envolvidos tiverem bem definido o caminho que desejam seguir, além de conhecerem bem a mitologia em questão, não há problema. Por isso, Nas Profundezas da Loucura, da editora Skript, é uma iniciativa que interessa a qualquer fã do escritor.

Compre clicando na imagemResenha da HQ Nas Profundezas da Loucura

Com texto de Douglas Freitas e arte de Amaury Filho, a HQ se desenvolve a partir de uma premissa muito intrigante. Os iniciados em Lovecraft tem como familiar a situação da suposta iminência do despertar de Cthulhu, a divindade profana mais famosa deste universo. Douglas subverte essa ideia, começando sua história pela própria volta deste ser, desencadeando uma onda de loucura em massa.

O evento, é claro, tem um impacto que regride a sociedade a um cenário de terra de ninguém. Entre o surgimento de profetas dos Deuses Antigos, anunciando novas vindas, o mundo ainda precisa lidar com a insanidade, com gente se transformando em criaturas indefiníveis e com os piores instintos das pessoas “normais”. Um cenário desesperador em todos os sentidos.

Assim, acompanhamos Alice e seu irmão menor, que apenas tentam sobreviver neste ambiente infernal. A apresentação desta protagonista já define sua forma de ver as coisas, seguindo em frente resignada, fazendo o que é preciso para sobreviver. Uma narrativa clássica em cenários pós-apocalípticos, com uma dupla de personagens em uma situação um tanto semelhante aos protagonistas de A Estrada, de Cormac McCarthy.

Basicamente, é isso mesmo, já que não existe um conflito específico a se resolver. A HQ, com apenas 52 páginas, se ocupa mais da situação geral desoladora do mundo do que com Alice e seu irmão. Embora, é claro, exista algo a mais por trás desta fachada, mas o leitor não precisa se preocupar com algum tipo de solução miraculosa que comprometa seu final.

A pergunta que deve ser feita é: Qual seu grau de entusiasmo com cos mitos de Cthulhu? Se você não demorou a responder de forma efusiva, é mais do que certo que você precisa adquirir essa edição de Nas Profundezas da Loucura. Afinal, além da linha narrativa, o álbum é um desfile de referências lovecraftianas, com direito a um glossário no final, aumentando a compreensão deste legado para leitores não tão versados sobre o assunto.

Até por esse detalhe extra, se você deseja apresentar Lovecraft para alguém que ainda não teve o prazer, a HQ é uma ótima escolha. Douglas Freitas acabou, consciente ou não, por criar um roteiro que serve como uma ótima introdução ao universo do Horror Cósmico. Também serve para medir quão próximo alguém, que nunca tenha tido contato com as histórias originais, estaria de apreciar os materiais originais. Se achar o Quadrinho, no mínimo, interessante, pode correr direto para os clássicos.

Resenha da HQ Nas Profundezas da Loucura

A arte que faz jus à loucura

Outro elemento interessante em Nas Profundezas da Loucura está nas aparições explícitas das entidades, algo que, em muitos contos, é apenas sugerido e conta com a maior participação do leitor. Não é uma tarefa tão fácil dar vida a esses conceitos inomináveis, mas o artista Amaury Filho deu conta do trabalho.

São desenhos com um colorido que destaca esse clima quase infernal, com criaturas que realmente parecem saídas de um pesadelo. A própria diagramação segue esse conceito, quebrando a narrativa tradicional, mas sem comprometer a clareza da história que está sendo contada ali. O visual geral, realmente, ajuda bastante a comprarmos a ideia.

A única ressalva nos aspectos visuais é a opção, em determinado momento, de balões de fundo preto com fonte vermelha, prejudicando muito a legibilidade. Felizmente, isso não ocorre em toda a edição, mas é um detalhe que compromete a fluidez do conjunto.

Nas Profundezas da Loucura é, obviamente, uma iniciativa bem sucedida. Não traz novidades aos iniciados em Lovecraft ou o Horror Cósmico em geral, mas utiliza bem esses conceitos. No fim, uma bela homenagem de apaixonados pelo tema e suas vertentes, o que fica muito claro quando as referências são identificadas.

Sejam conhecedores ou recém chegados, os leitores são bem recompensados ao final. Pelo menos, aqueles que se permitem uma boa dose de imagens perturbadoras.

Já leu essas?
Tomie - Junji Ito
Tomie, de Junji Ito, na pauta do Formiga na Tela!
Weird Western - Robert E Howard
Weird Western de Robert E. Howard no Formiga na Tela!
Pós Terror - Formiga na Tela
Uma impressão sobre o termo Pós Terror no Formiga na Tela!
Rodolfo Zalla - THTRU
Rodolfo Zalla e o álbum THTRU na pauta do Formiga na Tela!