Home > Livros > Análises > Star Wars: Lordes dos Sith – Para fã nenhum botar defeito!

Star Wars: Lordes dos Sith – Para fã nenhum botar defeito!

A vasta literatura do Universo Expandido de Star Wars, existente desde antes da estreia do Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 1977, incrementou a saga cinematográfica com novos personagens e explicações para os buracos temporais existentes na trama. Algumas histórias passaram a integrar o cânone original, sendo oficializadas pela Lucasfilm, enquanto outras serão consideradas histórias fora da estrutura oficial, mas relevantes dentro do mesmo universo, classificadas como Legends.

Star Wars: Lordes dos Sith

Neste novo episódio, Star Wars: Lordes dos Sith (Lords of The Sith), publicado recentemente pela Aleph e parte do cânone oficial, conhecemos alguns novos personagens, mas temos, entre os protagonistas, três conhecidos do grande público: os Sith Darth Vader e Darth Sidious, aqui, sob a identidade de Imperador Palpatine, e Cham Syndulla, líder da célula rebelde Ryloth Livre, personagem introduzido na animação The Clone Wars.

Nesta história vemos, de um lado, um Imperador extremamente fortificado, alimentando o ódio e testando a fidelidade de um recém convertido Darth Vader, que sofre, a todo momento, para administrar seus conflituosos sentimentos com relação à vida pregressa e ao mestre. Do outro lado, vemos o movimento que luta pela libertação do planeta Ryloth do domínio do Império Galáctico. À frente deste grupo encontra-se Syndulla, da espécie Twi’lek, que tem como principal apoio militar Isval, uma ex-prostituta e ex-mercenária também Twi’lek. Forçadamente aliado a eles, encontra-se o General Belkor Dray, um humano com sede de poder.

A história se resume em um elaborado plano do movimento de Syndulla para matar Palpatine e Vader durante uma visita a Ryloth, a bordo do cruzador imperial Perigo. O que começa com uma história de espionagem e ataque envereda por uma trama de sobrevivência em um planeta inóspito, com um clima incerto e animais selvagens. E é exatamente este ambiente que torna tudo mais interessante. A vulnerabilidade dos envolvidos e o alto poder destrutivo dos Sith transforma o lugar em uma arena, com batalhas sangrentas. Neste ponto do livro, a história fica mais ágil e o leitor, por consequência, passa a ter uma vontade maior de ler o próximo capítulo. A trama geral, porém, não possui grandes reviravoltas, apesar de um terceiro ato bastante interessante e empolgante.

Star Wars: Lordes dos Sith

Para um leitor pouco acostumado com os termos constantes no Databank, enciclopédia do cânone oficial de Star Wars, algumas expressões e títulos demorarão um pouco para ser compreendidos, o que, em si, não prejudica o resultado, mas dificulta a compreensão do leitor que não é exatamente um fã. É, também, um livro com muita ação, o que atrai um público específico e pode desagradar outros, mais interessados no ritmo do início da trama, que lembra mais um livro de espionagem ao estilo John LeCarré, apesar da ambientação no espaço. Já para o leitor que escolher Star Wars: Lordes dos Sith como a primeira leitura oficial do Universo Expandido, o fato de, entre seus protagonistas, estar o infame Lorde Darth Vader, o personagem mais famoso e querido da mitologia, ajuda na ambientação e garante a atenção até o fim.

Star Wars: Lordes dos Sith não é um livro extenso (possui 346 páginas), então a leitura é ágil e a forma como o autor Paul S. Kemp detalha os personagens rapidamente gera simpatia ou antipatia por eles. As tramas paralelas ao plano de extermínio dos Sith, como a saga de Cham Syndulla pela liberdade de seu planeta, o drama pessoal de Islin (uma personagem que possui um arco dramático próprio, fora da história principal) e os conflitos do próprio Vader com o Imperador são interessantíssimos e muito bem escritos. Kemp, autor de outros títulos do universo, tem aqui sua melhor obra de Star Wars, um livro bem amarrado e com personagens coadjuvantes tão fortes quanto os protagonistas. Vale a leitura, principalmente para quem já acompanha a saga e deseja entender melhor a dinâmica dos antagonistas, vista no cinema nos episódios III, IV, V e VI.

P.S.: Quem realmente curte os malvados de Star Wars, também não deve perder a HQ de Darth Maul!

Já leu essas?
Duna livro e filme - FormigaCast
Duna, o livro e o filme, em dois eps. do FormigaCast!
Last and First Men - Olaf Stapledon
Last and First Men, a FC que influenciou gerações, no Formiga na Tela!
Ubik, de Philip K. Dick, no Formiga na Tela!
Robôs Universais de Rossum
Robôs Universais de Rossum no Formiga na Tela!