Home > Quadrinhos > Darth Maul: Lorde Sith – O selo Legends continua divertido!

Darth Maul: Lorde Sith – O selo Legends continua divertido!

Darth Maul: Lorde Sith

O mais interessante do selo Legends, que a Panini está publicando por aqui, é poder visitar um pouco do universo Star Wars pré-farra da Disney. Porque as coisas estão mudando rápido, o futuro é incerto, embora interessante, nas mãos da empresa e os fãs de velha guarda, como nós, às vezes sentem falta desse velho material que nos leva direto de volta às nossas longínquas adolescências. A bola da vez é um dos personagens mais bacanas da série e uma das pouquíssimas coisas que se salvam do tenebroso Episódio I – Ameaça Fantasma. Estamos falando de Darth Maul: Lorde Sith.

Darth Maul: Lorde Sith

O encadernado, com capa cartonada e 156 páginas em papel LWC, traz de volta três aventuras publicadas no já distante fim do século XX, com o segundo mais famoso discípulo de Darth Sidious como protagonista em duas delas e o nosso favorito em uma – enfrentando o segundo. Em Lorde Sith, que dá nome ao encadernado, Darth Maul é enviado por Palpatine para, sozinho, se infiltrar e destruir a maior organização criminosa da galáxia. A segunda história é da série Tales e é interessante, como já dissemos, por colocar Darth Vader em confronto com Darth Maul. A terceira, Sem Nome, é uma rápida história que relata como Maul se inspirou para criar o sabre de luz duplo que o tornou um personagem tão característico.

Todas as histórias são assinadas por Ron Marz, um velho conhecido de quem acompanha as Grandes. Ele não é nenhum escritor excepcional, tanto que dificilmente o leitor mais casual vai lembrar de seu nome, mas faz um feijão com arroz razoável aqui. Aqui, é interessante notar que a história é narrativamente rasa, bastante casual, não usando o espaço para desenvolver o personagem que já chamava bastante atenção na época, mas talvez esse seja o ponto. Primeiro, porque quem, infelizmente, se lembra de Episódio I, sabe que Maul não era exatamente a pessoa mais extrovertida da galáxia.

Darth Maul: Lorde Sith

Segundo, porque a HQ foi lançada originalmente nos anos 2000, apenas 2 anos depois do lançamento da “Desgraça” Fantasma, onde vimos Obi-Wan fatiando Maul, quando todos nós ainda éramos livres para sonhar que a “Nova-Velha” Trilogia só tinha começado mal, mas ainda poderia se salvar. Marz parece ter tido o cuidado de não afirmar nada de maneira categórica que depois pudesse prejudicar o entendimento do universo cinematográfico, com exceção da menção a magia do Lado Negro de Dathomir, que só é conhecida por quem acompanha o Universo Expandido da série. Seu esforço foi em vão, mas ao menos rendeu uma boa história. Os desenhos de Jan Duursema, desenhista que ficou conhecida justamente pelo seu trabalho com o universo SW, não são nada excepcionais também, mas são competentes. O detalhe fica por conta da emulação quase perfeita do rosto de Maul, interpretado por Ray Park no cinema. A semelhança é incrível, mas também é a única coisa que realmente chama a atenção.

Darth Maul: Lorde Sith

Já a história do selo Tales segue pelo caminho que ele próprio propunha – os autores tinham muito mais liberdade para criar as histórias, uma espécie de “What if?” do universo de SW. A história de Marz, tal qual o resto do volume, não tem nada demais, contando apenas como um hipotético confronto entre Vader e Maul desenrolaria, mas é interessante notar que o desenhista Rick Leonardi, também egresso de trabalhos menores com DC e Marvel, teve ao menos o cuidado de pontuar os diferentes estilos de movimentação dos dois Sith. Não salta aos olhos, mas os leitores mais atentos vão perceber.

Darth Maul: Lorde Sith acaba sendo uma boa mudança de ares para quem tem acompanhado a republicação do selo Legends por aqui, pois a Panini andava investindo mais nos volumes focados no caçador de recompensas favorito da galera, Boba Fett, e do favorito… ponto, da galera: Vader. Com esse volume, podemos dar uma revisitada em alguns lugares e personagens interessantes do UE. Se vale a pena pagar os 23 reais sugeridos pelo volume, cabe ao amigo leitor buscar na Força a resposta.

Que o Lado Negro esteja com vocês!

Já leu essas?
Rodolfo Zalla - THTRU
Rodolfo Zalla e o álbum THTRU na pauta do Formiga na Tela!
Wally Wood, vida e obra, no Formiga na Tela!
FormigaCast - Já deu
Temas explorados demais na pauta do FormigaCast!
Quadrinhos de Terror - FormigaCast
Quadrinhos de Terror na pauta do FormigaCast!