Home > Formiga recomenda > Melhores Livros de Ficção Científica de 2018 – Round 1!

Melhores Livros de Ficção Científica de 2018 – Round 1!

Aqui está a lista de melhores livros de ficção científica de 2018 – versão “quase lá”

No ano passado, nós publicamos nossos dois artigos com os melhores livros de ficção científica de 2017. E você amou, e continua amando. Por isso, mantemos nosso trabalho de – cof, cof – formiguinha, e fizemos a mesma boa triagem com os livros mais recomendados até aqui – os melhores livros de ficção científica de 2018, versão “beta”. Lembrando que, por serem novidade, nenhum deles ainda tem sequer previsão de tradução. Mas, como sempre, se você quiser adquirir uma edição gringa, a gente manteve o bom trabalho, e todos os títulos tem links para a compra. Nós somos fofos, não?

Mas por que de novo em agosto, e não antes? Porque, querido amigo leitor, lá no hemisfério norte, de onde vem o grosso da produção sci-fi, é verão, época de folga para muita gente. E, assim como eu e você, muitas pessoas por lá consideram a interação social um conceito superestimado, e saem para seu summer break sedentas por se enfurnar em casa e visitar as estrelas e outros mundos. Exatamente por isso, muitas editoras seguram lançamentos para esses meses de Junho até Agosto, para que o amigo leitor de lá possa fazer suas pilhas intermináveis de livros, sob a velha mentira que contamos para nós mesmo: “eu consigo ler tudo isso antes do fim das férias”.

A lista foi preparada com o mesmo simples critério: o gosto desse articulista (lero-lero), além de uma filtragem de número de menções em sites relevantes no assunto, como o Tor.com e Popular Mechanics, grandes livrarias como Barnes & Noble, e veículos de imprensa como o The New York Times e o The Guardian. Portanto, sem mais delongas ou críticas aos nossos hábitos mentirosos de leitura, aqui está a compilação dos livros mais recomendados de ficção científica de 2018 (até aqui)!

Blackfish City

de Sam J. Miller

Se passando na cidade flutuante de Qaanaaq, construído no círculo ártico na esteira das terríveis guerras climáticas que viu as cidades ao nível do solo serem queimadas e arrasadas, a ficção científica de Miller reúne algumas ideias bem interessantes. A cidade flutuante é uma maravilha da engenharia, mas está começando a dar sinais de tensão: a pobreza está aumentando, e a criminalidade e a agitação junto com ela.

melhores livros de ficção científica de 2018

Uma nova doença conhecida como “breaks” – que joga os infectados nas memórias de outras pessoas – está assolando a população. Quando uma mulher chega em Blackfish City montada em uma orca e acompanhada por um urso polar, ela se torna uma celebridade instantânea, chamada de “Orcamancer”. Ela toma vantagem de sua fama para unir os cidadãos de Qaanaaq, e coloca em ação atos de resistência e rebelião que causarão enormes impactos, levando quatro indivíduos em particular a ver através da corrupção, das mentiras, e das maravilhas da cidade até as chocantes verdades sob ela.

Isso PRECISA ser traduzido para o português.

Gods, Monsters, and the Lucky Peach

de Kelly Robson

No século 23, a população humana da Terra está emergindo de abrigos subterrâneos conforme o planeta se recupera de um desastre ecológico. Minh trabalha com uma equipe de cientistas usando avançadas tecnologias para restaurar o equilíbrio ambiental do planeta – quando, então, o desenvolvimento de uma tecnologia de viagem no tempo acaba roubando os fundos e interesse em seu projeto – afinal, todos se questionam porque se importar em consertar o presente quando o passado oferece um refúgio perfeito.

melhores livros de ficção científica de 2018

Quando Minh e sua equipe têm a chance de viajar para a Mesopotâmia pré-histórica como parte do projeto para restaurar o ecossistema do futuro, ela precisa primeiro assegurar o patrocínio e o apoio das sombrias forças que controlam a própria viagem no tempo – isso sem contar o prospecto de explorar um mundo antigo e hostil. O romance de estreia de Robson está carregado até as orelhas de ótimas ideias para serem desenvolvidas por um bom número de livros, com um estilo narrativo que prende com facilidade o leitor.

Mencionamos que Minh é deficiente física e teve seu corpo melhorada com seis pernas mecânicas em um estilo cefalópode? Oh, tenho sua atenção agora?

The Only Harmless Great Thing

de Brooke Bolander

Nesta audaciosa, não-apologética realidade alternativa feminista, Bolander imagina uma das “garotas do radium” – as primeiras vítimas reais de antigos perigos nos locais de trabalho, que sofreram com envenenamento por radiação em seus empregos pintando relógios de pulso com tinta radioativa no início do século XX – conhecendo o elefante senciente que irá substituí-la na fábrica (elefantes, sendo inteligentes o bastante para empunhar um pincel e grandes o bastante para absorver vastas doses de radiação antes de morrer, são considerados uma força de trabalho descartável digna).

melhores livros de ficção científica de 2018

Bolander insere a tragédia das garotas do radium na história de Topsy, a lendária elefante cruelmente eletrocutada diante de espectadores em Coney Island, nos EUA, para promover a eletricidade. As duas mulheres – de diferentes espécies, cada uma furiosa com as injustiças de seus maus-tratos, unidas de uma maneira completamente inesperada, levando a um ato de justiça e vingança que transcende tempo e história.

São menos de 100 páginas, mas que vão permanecer com você para sempre.

Iron Gold

de Pierce Brown

Brown dá início a uma nova trilogia, que se passa no mesmo universo de sua série best-seller Red Rising. Nessa história, 10 anos se passaram desde que o personagem Darrow destruiu completamente a ordem social de todo o sistema solar. Ele e Mustang precisam agora liderar a República Solar – mas você não pode esmagar um império em pedacinhos e não esperar nenhum dano colateral; e aparentemente administrar uma civilização multi-planetária é mais difícil do que derrubar uma.

melhores livros de ficção científica de 2018

E em adição aos habituais desgostos que revolucionários bem sucedidos enfrentam, existe também a interferência de Lysander au Lune, a anterior herdeira do trono, se deslocando livremente pelo espaço, apenas esperando por um chance de agir, e uma misteriosa nova ameaça de fora do próprio sistema solar. Os fãs de ficção científica podem esperar personagens complexos e falhos, incrível tecnologia e ferrenhas batalhas; o caos de um império em ruínas é terreno fértil para tudo isso.

Before Mars

de Emma Newman

Newman retorna uma terceira vez para o seu universo de Planetfall com este assustador e comovente sci-fi de mistério. A celebrada artista Anna Kubrin está lutando com a depressão pós-parto após o nascimento de sua filha. Assim, a oferta de um bilionário para passar um tempo em Marte como uma geóloga residente parece a escapatória perfeita. Quando ela chega ao planeta vermelho meses depois, ela fica chocada ao descobrir uma pintura claramente sua – e o trabalho parece ser um alerta para não confiar no psiquiatra residente da colônia.

melhores livros de ficção científica de 2018

Outros detalhes não batem, e Anna começa a imaginar se está enredada em uma grande conspiração – ou se está enlouquecendo de vez. Isolada e muito, muito longe daqueles em que pode confiar, Anna vê apenas uma saída, sendo esta mergulhar cada vez mais no mistério. Newman é uma escritora de ficção científica tarimbada, e Before Mars é uma prova da sua capacidade de engendrar gêneros na sua visão futurista.

Time Was

de Ian McDonald

Emmett Leigh é um vendedor de livros bibliófilo em um estilo moderno, que envolve ter um apartamento tão cheio de livros (vendido online) que sua senhoria teme pela integridade estrutural do lugar. Ele está sempre à caça do que ele chama de “procedências”: pistas em velhos livros que ofereçam uma ideia da história tangível do volume. Conforme Time Was começa, ele encontrou algo crível em uma cópia de um livro apropriadamente intitulado Time Was, escrito por um misterioso autor que se apresenta com as iniciais E.L. O livro contém uma intrigante carta de amor de Tom para Ben, oferecendo pistas de um romance que acontecer na Alexandria da Segunda Guerra Mundial.

melhores livros de ficção científica de 2018

Conforme sua investigação avança, Emmett começa a encontrar pistas cada vez mais concretas da relação entre ambos. O único detalhe que parece não proceder: essas pistas se espalham por décadas através dos séculos XX e XXI. Os dois, aparentemente, estão perdidos no tempo, buscando-se através do tempo, deixando pistas em livros de poesia e tentando fazer com que suas linhas temporais possam convergir. Uma história de amor que resiste à guerra e ao tempo, moldada pelo poder dos livros – e, em última instância, destruído por ele.

Se você não se comover com essa história, procure um médico. Você provavelmente está morto por dentro.

Binti: The Night Masquerade

De Nnedi Okorafor

Binti retornou ao seu planeta natal, acreditando que a violência de Meduse foi deixada para trás. Infelizmente, apesar de seu povo ser pacífico em sua maioria, o mesmo não pode ser dito dos Khoush, que atiçam as chamas de sua antiga rivalidade com Meduse. Longe de sua vila quando o conflito começa, Binti corre para casa, mas a raiva e o ressentimento já clamaram muitas vidas próximas a dela. Mais uma vez Binti e seu intrigante novo amigo Mwinyi devem intervir – apesar de os anciãos de seu povo não confiarem inteiramente nela e em suas motivações – e tentar prevenir uma guerra que poderia devastar seu povo, de uma vez por todas.

melhores livros de ficção científica de 2018

Cada um dos dois livros anteriores que compõem a trilogia de Binti apresenta a jornada de amadurecimento que fizeram com que Binti enfrentasse tremendos desafios e a expuseram a novas verdades que expandiram seu mundo. Ela adquiriu atributos da (às vezes) homicida Meduse, e veio a compreender que existe mais no aparentemente incivilizado povo do deserto de sua terra natal do que ela jamais imaginou. The Night Masquerade é a conclusão de sua jornada, e o título faz menção a um espectro de mudanças que se apresenta para pessoas significativas em tempos de grandes crises. É maravilhosamente evocativo da natureza climática da história, e Binti irá enfrentar muitos outros desafios antes que possa descansar.

The Gone World

de Tom Sweterlitsch

Já era tempo de livros viagens no… ahn, tempo, lidarem de forma mais realista com o horror desse conceito. Essas são histórias que normalmente arremessam pessoas em situações que elas não entendem, através de tecnologias experimentais, com a sempre presente possibilidade de rachar a própria realidade no meio – ainda assim, poucos exploram a fundo a verdadeiro terror que isso implica. Tempo não é algo com que se possa brincar.

Em The Gone World, o autor de nome impronunciável Tom Sweterlitsch visualiza um mundo em que a exploração humana atingiu os limites do espaço e do tempo, mas o grande espectro de possíveis destinos e a total bizarrice do que está lá para ser descoberto nas “águas profundas” injetam uma veia de horror lovecraftiano no que começou como um sci-fi procedural, elevando completamente o tom da trama central. A combinação resultante é um envolvente thriller de horror sci-fi.

melhores livros de ficção científica de 2018

Viagem no tempo em The Gone World é algo sombrio – sombrio que determina o tom da história. Ainda que a ideia de brincar com viagem no tempo não ser algo muito esperto não seja exatamente uma novidade, Sweterlitsch leva essa ideia a pior das consequências fazendo com que o fim da humanidade – junto com possivelmente todo o universo – seja uma parte integral da narrativa, mesmo enquanto torna tudo um mistério para ser desvendado através de sutis pistas espalhadas por histórias alternativas.

Doc Brown, você nunca soube onde o DeLorean realmente podia te levar…

Artificial Condition

de Martha Wells

No ano passado, o livro que precede Artificial Condition, All Systems Red, apareceu na nossa lista de melhores do ano. Agora, sua sequência mantém o alto nível – bom o bastante para essa nova seleção em 2018. Parece que a ideia de um ciborgue assassino nunca perde seu carinho com a torcida.

melhores livros de ficção científica de 2018

Enquanto nos livros anteriores nós assistimos ao difícil laço de confiança sendo construído entre as pobres criaturinhas de carne e o robozão literalmente programado para matar em um inóspito e distante planeta – com um bom punhado de segredos sombrios sendo revelados no meio do caminho, em Artificial Condition nós mergulhamos na “psique” do Murderbot. O que um robô independente quer fazer? Conforme visto nos outros livros, as memórias do Murderbot dos eventos que lhe deram essa alcunha são, no mínimo, bagunçadas, além de possuírem evidências de alterações. O que realmente aconteceu?

Artificial Condition é a busca desse robô pela verdade de solidificará sua independência – levando-o ao planeta onde tudo começou a dar errado. Sempre pensou em como seria se Asimov tivesse escrito Exterminador do Futuro? Esse livro é sua resposta.

Head On

de John Scalzi

Scalzi retorna com Head On, a sequência independente para o best-seller Encarcerados, resenhado para o Formiga por este que vos escreve. Um medonho sci-fi se passando em um futuro próximo com um tempero de novela policiais procedurais, Head On traz as características especulações tecnológicas e rápidos diálogos para o mundo dos esportes.

Hilketa é um frenético e violento passatempo em que jogadores atacam uns aos outros com espadas e martelos. O principal objetivo do jogo: decapitar seu adversário, e levar a cabeça até o gol. Obviamente, não é um esporte jogado em carne e osso. Mas o jogadores usam “threeps”, corpos robóticos controlados por pessoas com a síndrome de Haden. O que isso significa? Vale tudo. Ninguém se machuca, mas a brutalidade é real – e o público, claro, ama. Até que uma estrela desse esporte cai morta no meio de um campo de jogo.

melhores livros de ficção científica de 2018

Foi um acidente ou um assassinato? Agentes do FBI e investigadores especialistas em Haden, Chris Shane e Leslie Vann, são chamados para desvendar a verdade – e ao fazer isso, são levados para o lado sombrio do rapidamente crescente esporte Hilketa, onde fortunas são feitas ou perdidas – o que leva jogadores e proprietários às últimas consequências para vencer.

Seu cartola dificilmente terá graça depois desse livro.

É isso aí, amigo leitor. Gostou da lista? Não deixe de comentar e compartilhar! Daqui alguns meses nós voltamos, com a seleção final do ano de 2018!

Já leu essas?
The Expanse - Formiga na Tela
The Expanse e a relação com o agora no Formiga na Tela!
Planetes - Formiga na Tela
O mangá Planetes, de Makoto Yukimura, no Formiga na Tela!
Conto - O Dia Em Que A Terra Parou
O conto que inspirou O Dia em Que a Terra Parou no Formiga na Tela!
Metal Hurlant - FormigaCast
A revista Metal Hurlant na pauta do FormigaCast!