Home > Quadrinhos > Sapos e Fadas – Boa companhia para relaxar!

Sapos e Fadas – Boa companhia para relaxar!

Sapos e Fadas

Tem horas em que a gente só precisa dar uma relaxada. Sabe aquele momento do seu dia em que você não quer nada agitado ou profundo demais? Pergunta retórica. É raro conhecer alguém hoje em dia que não esteja arrancando os cabelos por algum motivo. Quer dar uma relaxada? Dê uma conferida no volume 1 de Sapos e Fadas, de Rodrigo Sakai e Samanta Hit. É um bom jeito de dar umas risadas no final daquele dia difícil no trampo.

Esse volume é na verdade a versão impressa das tirinhas publicadas todas as terças-feiras no próprio site de Sapos e Fadas, um projeto independente tocado pelos próprios autores. A edição foi uma iniciativa financiada com sucesso pelo Catarse e lançada na Comic-Con Experience 2015, compilando 47 tirinhas e mais alguns extras espalhados por 80 páginas de um volume que cabe no seu bolso. Nos extras, podemos conferir um pouco do processo de criação e algumas curiosidades, como a origem do projeto – os autores desafiaram a si mesmos a escrever uma tirinha por dia durante um mês. Até esse texto ser escrito, já estavam na 108. Mês estranho, não?

Sapos e Fadas

As historinhas, como não poderiam deixar de ser, são extremamente simples, e contam “causos” do cotidiano baseados em velhas idiossincrasias de gênero – também conhecida como a eterna treta meninos VS. Meninas – situações típicas da vida moderna, além de algumas pitadas de nonsense. Basicamente, cobre um bom punhado de gêneros de humor leve, fáceis de ler e rápidos para agradar.

Os personagens são divididos entre os sapos  – os meninos, é claro – e as fadas – as meninas, como não poderia deixar de ser. Bernardo, Euclides e Plínio são o time das cuecas, que fazem exatamente o que qualquer moleque faz: entre uma ou outra nojeira, jogam videogame e se divertem falando asneiras. As fofíssimas meninas são Fifi, Bee e Luna, cujas maiores preocupações na vida são a perfeição das unhas e uma ou outra fofoquinha. Os gêneros parecem estereotipados, mas não se enganem: os autores tem a sensibilidade de dar personalidades distintas e modernas a todos eles, o que rende diversão acessível a qualquer um.

Sapos e Fadas

As tirinhas tem um design limpo e fácil e – embora as estejamos recomendando para adultos estressados – é mais uma boa alternativa para apresentar o mundo das HQ´s às crianças. O mais provável, aliás, é que elas se divirtam mais do que nós, adultos chatões e ranzinzas. O volume impresso também tem um formato, 14cm x 21cm, que valoriza as cores primárias e o efeito das brincadeiras e troladas de sapos abobados e fadas espertas. Vamos frisar novamente: é um volume feito para curtir enquanto se toma um café no final da tarde.

Rodrigo e Samantha demonstram talento e um bom timing para gags inofensivas. Quem vive nas caóticas grandes cidades do Brasil – como os membros do Formiga Elétrica – sabe o quanto a gente precisa delas de vez em quando. Além do que, adquirir o volume ou acompanhar as publicações semanais no site pode ser um jeito de incentivar dois novos talentos do cenário nacional, que tem muito espaço para expandir ainda. Mas é inevitável pensar no que esses jovens fariam com um projeto mais ambicioso e sério. Talvez seja um pouco de exigência demais, mas vocês precisam perdoar esse resenhista ranzinza.

Afinal de contas, é apenas um sapo enorme que espera o final de semana para estar com a sua fada.

Sapos e Fadas

Já leu essas?
Rodolfo Zalla - THTRU
Rodolfo Zalla e o álbum THTRU na pauta do Formiga na Tela!
Wally Wood, vida e obra, no Formiga na Tela!
FormigaCast - Já deu
Temas explorados demais na pauta do FormigaCast!
Quadrinhos de Terror - FormigaCast
Quadrinhos de Terror na pauta do FormigaCast!