Home > Livros > Análises > A Situação Humana – O individual e o coletivo!

A Situação Humana – O individual e o coletivo!

Pode o ser humano – com sua limitação biológica – compreender e assimilar todo o caos de informação que o ronda? Pode a sociedade consolidar o máximo conhecimento possível e com ele traçar um caminho para um futuro verdadeiramente próspero? E pode o indivíduo ter plena consciência de seu status físico e psicológico, controlando-os sem ser controlado? Esses e outros questionamentos são tratados de maneira instigante e coesa em A Situação Humana (The Human Situation).

Situação Humana

Edição publicada pela Biblioteca Azul

Aqui temos reunidas as palestras dadas por Aldous Huxley na Universidade de Santa Barbara, nos Estados Unidos, no ano de 1959. Mais conhecido pelo romance Admirável Mundo Novo, publicado em 1932, o autor britânico levanta questões que eram importantes na época e, talvez ainda mais, atualmente, provando que ele tinha um grande embasamento e consciência em áreas como antropologia, psicanálise, geopolítica, entre outras. Algo que, com certeza, o auxiliou nos conceitos de suas obras ficcionais.

Tudo bem, mas afinal, qual o motivo de falarmos sobre este compêndio em um site que, normalmente, publica resenhas de livros ficcionais ou teóricos voltados para as artes sequenciais? A resposta é que para se produzir ou analisar uma obra de arte, é importantíssimo ter esse tipo de repertório e olhar crítico com relação aos conceitos empregados nas narrativas que tanto apreciamos. Esse tipo de compreensão nos ajuda a enxergar méritos e falhas mais sutis além de promover um repertório contundente para a criação de histórias. Afinal, se a arte dialoga com o ser humano, nada melhor que tentar compreender, pelo menos um pouco, o próprio homem e sua relação com o mundo em que vive.

Situação Humana

Aldous Leonard Huxley (1894 – 1963)

As palestras de A Situação Humana

Com um discurso profundo e cheio de referências, Huxley fala sobre os mais variados assuntos que envolvem o homem no sentido macro da sociedade e no sentido micro como indivíduo. Abaixo cito os temas das palestras:

Educação integrada
O homem e seu planeta
Mais natureza na arte
A explosão populacional
Até que ponto o pecado original é original?
Guerra e nacionalismo
O futuro do mundo
A vida individual do homem
O problema da natureza humana
O ego
O inconsciente
Linguagem
Arte
O homem e a religião
História natural das visões
Potencialidades humanas latentes

Além de um desenvolvimento sólido de ideias postas de uma maneira acessível, o autor também argumenta contra várias afirmações ditas por figuras famosas, como Sigmund Freud e Carl Jung, de modo que o leitor começa a refletir e questionar coisas que tomava por certas até então. É verdade que muitas falas de Huxley, principalmente com relação à geopolítica, já se encontram ultrapassadas, mas é bom lembrar que estamos falando de palestras dadas há quase 60 anos. Todavia, todos os questionamentos ainda são válidos e alguns muito mais hoje em dia.

Questões como a eficácia de uma educação integrada devem ser rediscutidas agora que estamos em uma era totalmente mobile. Soma-se a isso o papel da arte na sociedade e em seu conteúdo. O retorno sobre o investimento de uma obra de arte nos dias de hoje tem uma importância muito maior do que jamais fora antes. Seria esse tipo de arte benéfico ou prejudicial para a sociedade? Ou então, não seria isso um reflexo do próprio público?

Situação Humana

Arte de Katarina Macurova

Em A Situação Humana, Huxley também mostra a relação do homem com a natureza e com a religião, colocando todos os lados positivos e negativos dessas interações, como as mesmas se desenvolvem e se estabelecem. Falando tanto do cristianismo quanto da mitologia grega, o livro nos ajuda a entender os processos que fazem a sociedade se unir ou se separar a partir de uma ideia criada para explicar os fenômenos naturais, como também a destruição do meio ambiente em prol de outras crenças menos mitológicas e mais friamente práticas.

Longe de possuir um discurso de denúncia ou querer dar a última palavra sobre o assunto, Huxley levanta reflexões e argumentos cujo objetivo não é dar uma resposta, mas fazer o público pensar nessas questões e chegar às conclusões posteriormente, de maneira individual e/ou coletiva, dependendo do assunto tratado. E isso, apenas SE essas questões tiverem uma resposta de fato.

Seja como material auto-reflexivo, instrumento de estudo ou um caldeirão de elementos para narrativas ficcionais, A Situação Humana trata assuntos que deveriam estar mais ativos na mente de cada indivíduo da sociedade. As palestras falam do individual e do coletivo. Do passado, do presente e do futuro. Em muitas passagens, você, caro leitor, poderá ficar um pouco depressivo. Faz parte. É o preço da autoconsciência.

P.S.: Pelo que você acabou de ler, já ficou claro que não há necessidade de dar uma nota para o livro, não?

Já leu essas?
Duna livro e filme - FormigaCast
Duna, o livro e o filme, em dois eps. do FormigaCast!
Last and First Men - Olaf Stapledon
Last and First Men, a FC que influenciou gerações, no Formiga na Tela!
Ubik, de Philip K. Dick, no Formiga na Tela!
Robôs Universais de Rossum
Robôs Universais de Rossum no Formiga na Tela!