Home > Cinema > Retrospectiva de Takeshi Kitano na Caixa Cultural Rio de Janeiro!

Retrospectiva de Takeshi Kitano na Caixa Cultural Rio de Janeiro!

CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO APRESENTA RETROSPECTIVA DE TAKESHI KITANO

Com 12 filmes, mostra celebra os 70 anos de um dos japoneses mais famosos do meio cultural

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro celebra uma das figuras mais famosas do meio cultural japonês: o cineasta, pintor, romancista e comediante Takeshi Kitano. Em cartaz de 17 a 29 de janeiro, a retrospectiva 70 anos de Takeshi Kitano: Glória ao Cineasta!apresentará 12 trabalhos do realizador – aproximadamente dois terços de sua obra – que mostram a diversidade de sua produção e sua versatilidade artística. Na programação, também haverá dois bate-papos sobre sua obra, às sextas-feiras (20 e 27). O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

Conhecido primeiramente por apresentar programas de humor na televisão, Takeshi inventou o Castelo de Kitano, programa que teve uma notória versão brasileira – as Olimpíadas do Faustão. Disposto a aceitar outros desafios, reinventou-se como cineasta, originalmente com obras sobre os gângsters da yakusa – a máfia japonesa – as quais lhe trouxeram fama internacional, além de fãs como Quentin Tarantino.

Sem parar de propor outras vias de experimentação, Kitano começou a realizar filmes a partir de outras temáticas e de forte sensibilidade artística, o que lhe rendeu alguns dos principais prêmios internacionais, como o Leão de Ouro no Festival de Veneza pelofilme Hana-bi – Fogos de artifício (1998). Também são destaques da mostra, as famosas obras Sonatine (1993), Kids Return (1996), O Verão de Kikujiro (Kikujiro no Natsu, 1999), Brother – A Máfia Yakuza Em Los Angeles (2000) e Dolls (2002).

retrospectiva-takeshi-kitano-2

Seus temas são fortes, mas suas produções são altamente poéticas, sem abdicar do senso de humor que sempre o destacou – de tempos em tempos, o diretor aposta em comédias rasgadas. Por tudo isso, Kitano é aplaudido como um diretor de cinema de nível mundial, e seus fãs mais fervorosos são chamados de “Kitanistas”.

Com curadoria de Gustavo Henrique e Guilherme Delgado, a mostra está dividia em três linhas mestras: O Submundo do Crime;Experimentações e a Trilogia Autobiográfica. “Há filmes de ação, de comédia, de drama, e alguns em que tudo isso aparece misturado”, explica Gustavo. A mostra acontecerá justamente durante o aniversário de 70 anos do artista, que nasceu em 18 de janeiro de 1947. “É nossa forma de homenageá-lo, e também de permitir ao público carioca assistir a vários filmes que não entraram em circuito comercial por aqui, alguns totalmente inéditos no país”, conta Guilherme. Todos os filmes terão legendas em português, e aqueles que assistirem a três sessões ou mais da mostra ganharão um catálogo com informações e estudos sobre a filmografia de Kitano.

Em outubro de 2016, Takeshi Kitano foi homenageado com a Legião de Honra, máxima condecoração francesa, por sua contribuição à transformação do panorama televisivo com a série Fuun! Takeshi Jo, assim como pelo impacto de seu cinema e arte. O diretor já havia recebido títulos da Ordem das Artes e Letras da França (Cavaleiro, em 1999, e Comendador, em 2010).

retrospectiva-takeshi-kitano-1

Conversas com especialistas:

Fazem parte da programação, duas conversas com as professoras Janete Oliveira e Michiko Okano, especialistas sobre a obra de Kitano. Os bate-papos ocorrem às sexta-feiras 20 e 27, logo após a exibição dos últimos filmes de cada dia. Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Janete Oliveira é professora do Setor de Japonês do Instituto de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A japonesa radicada no Brasil Michiko Okano é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e professora de História da Arte da Ásia na Universidade Federal de São Paulo, além de ter sido assessora cultural sênior da Fundação Japão entre 1995 e 2009.

Programação:

17 de janeiro (terça-feira)

15h30 – Brother – A Máfia Yakuza Em Los Angeles (2000), de Takeshi Kitano, 114 min,14 anos.

18h – Zatoichi (2003), de Takeshi Kitano, 116 min, 14 anos.

18 de janeiro (quarta-feira)

15h30 – Takeshis’ (2005), de Takeshi Kitano, 108 min,14 anos.

18h – Estás-te a Safar? (Getting Any?) (1995), de Takeshi Kitano, 108 min, 14 anos.

19 de janeiro (quinta-feira)

15h30 – Dolls (2002), de Takeshi Kitano, 114 min,14 anos.

18h – Uma Cena à Beira-mar (1991), de Takeshi Kitano, 101 min, 14 anos.

20 de janeiro (sexta-feira)

15h30 – Volta às Aulas (1996), de Takeshi Kitano, 107 min.14 anos.

18h – Hana-bi – Fogos de Artifício (1997), de Takeshi Kitano, 103 min, 14 anos.

Bate-papo com o curador Guilherme Delgado e a pesquisadora Janete Oliveira

21 de janeiro (sábado)

15h30 – Glória ao Cineasta (2007), de Takeshi Kitano, 108 min.14 anos.

18h – Verão Feliz (1999), de Takeshi Kitano, 121 min, 14 anos.

22 de janeiro (domingo)

15h30 – Aquiles e a Tartaruga (2008), de Takeshi Kitano, 119 min,14 anos.

18h – Outrage (2010), de Takeshi Kitano, 109 min, 14 anos.

24 de janeiro (terça-feira)

15h30 – Outrage (2010), de Takeshi Kitano, 109 min, 14 anos.

18h – Glória ao Cineasta (2007), de Takeshi Kitano, 108 min,14 anos.

25 de janeiro (quarta-feira)

15h30 – Verão Feliz (1999), de Takeshi Kitano, 121 min, 14 anos.

18h – Aquiles e a Tartaruga (2008), de Takeshi Kitano, 119 min,14 anos.

26 de janeiro (quinta-feira)

15h30 – Estás-te a Safar? (Getting Any?) (1995), de Takeshi Kitano, 108 min, 14 anos.

18h – Volta às Aulas (1996), de Takeshi Kitano, 107 min,14 anos.

27 de janeiro (sexta-feira)

15h30 – Zatoichi (2003), de Takeshi Kitano, 116 min, 14 anos.

18h – Dolls (2002), de Takeshi Kitano, 114 min,14 anos.

Bate-papo com o curador Gustavo Henrique Delgado e a pesquisadora Michiko Okano.

28 de janeiro (sábado)

15h30 – Hana-bi – Fogos de Artifício (1997), de Takeshi Kitano, 103 min, 14 anos.

18h – Brother – A Máfia Yakuza Em Los Angeles (2000), de Takeshi Kitano, 114 min,14 anos.

29 de janeiro (domingo)

15h30 – Uma Cena à Beira-mar (1991), de Takeshi Kitano, 101 min, 14 anos.

18h – Takeshis’ (2005), de Takeshi Kitano, 108 min.14 anos.

Dolls (2002)

Dolls (2002)

Ficha Técnica:

Curadoria e Produção: Guilherme Delgado e Gustavo Henrique

Realização: Tentáculos Espetáculos

Programação Visual: not.a.pipe

Serviço:

Mostra 70 Anos de Takeshi Kitano: Glória ao Cineasta!

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1

Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Data: 17 a 29 de janeiro de 2017 (terça-feira a domingo)

Horários: Consultar programação

Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.

Lotação: 81 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Classificação Indicativa: Consultar programação

Acesso para pessoas com deficiência

Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

Facebook: www.facebook.com/70anosdekitano

Já leu essas?
Los Angeles - Cidade Proibida
Los Angeles: Cidade Proibida no Formiga na Tela!
Os Bons Companheiros - Formiga na Tela
Os Bons Companheiros na pauta do Formiga na Tela!
O Homem Que Queria Ser Rei - Formiga na tela
O Homem Que Queria Ser Rei no Formiga na Tela!
Critica de Quadrinhos - FormigaCast
A crítica de Quadrinhos é discutida no FormigaCast!