Home > Cinema > Artigos > Sci-fi Brasileiro redescoberto – O 5º Poder!

Sci-fi Brasileiro redescoberto – O 5º Poder!

Achava que não tinha sci-fi brasileiro bacana? Achou errado… amigo leitor!

Elas costumam acontecer com mais frequência na infância e na adolescência. Assustadoras, decepcionantes ou inesquecíveis, as descobertas nos fazem amadurecer, derramar algumas lágrimas e buscar outros rumos. Quando descobrimos algo novo, mudamos um pouco quem somos. Descobrir talvez seja um dos verbos mais frequentes e desejados na vida dos cinéfilos. Isso porque não existe prazer maior do que encontrar um filme que te encanta, seja sem querer ou depois de uma árdua busca. E nada de descobrir e esconder na gaveta. Egoísmo é feio em qualquer área, mais ainda no cinema. Fazer alguém descobrir é ainda mais emocionante. E quando se trata de um gênero como o sci-fi brasileiro, é ainda melhor.

sci-fi brasileiro

O 5º poder, filme de 1962 dirigido por Alberto Pieralisi, um italiano que escolheu o Rio de Janeiro para viver, e escrito pelo espanhol Carlos Pedregal é uma descoberta digna de olhos arregalados para quem acredita que o cinema de ficção científica no Brasil nunca teve bons momentos ou sequer existe (sempre tem quem largue uma pérola dessa!). O cinema de gênero produzido neste nosso país tropical, que foi discutido em um Formigacast, ainda causa estranheza e até aversão em muita gente.

Bem dirigido, inteligente e aproveitando de maneira criativa os cenários da cidade maravilhosa sem cair na atmosfera de pacote turístico, a produção poderia ser um clássico do nosso cinema e ser lembrado com a mesma frequência que obras como O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte, ou Deus e o Diabo na Terra no Sol, de Glauber Rocha. O 5º poder é um filme urbano, com toques de espionagem, referências à 007 e um bom elenco, que inclui Eva Wilma no papel de uma mocinha bastante moderna para aqueles ainda conservadores anos 60.

sci-fi brasileiro

A grande Eva Wilma no auge da juventude!

Porém, o que se sabe é que existe apenas uma cópia do filme, com legendas fixas e que foi exibida uma única vez pelo Canal Brasil, em horário onde quase todos nós estávamos dormindo o sono dos justos. É de se pensar se O 5º Poder poderia dar outro patamar para a ficção científica no país, diminuindo a estranheza que o gênero causa em alguns espectadores. Quem sabe nosso cinema teria um rumo bem diferente. Ou não, já que nesse país tudo é uma surpresa.

Descobrir O 5º poder foi uma das coisas mais importantes da minha vida cinéfila. Poucas vezes me impressionei tanto com um filme e com a situação em que ele se encontra. Passei a ver as produções brasileiras por um outro viés e minha curiosidade sobre obras importantes perdidas por aí, num porão ou mesmo entre as lembranças de uma equipe de filmagem. Na próxima vez que você, caro leitor, for escolher um filme para assistir, pense que ele pode ser a grande descoberta da sua vida. Mesmo que pareça apenas diversão.

Quer descobrir também? Confere o link abaixo!

Já leu essas?
Alta Ansiedade - Mel Brooks
Alta Ansiedade, de Mel Brooks, no Formiga na Tela!
Doutor Estranho - Full Moon
Doutor Estranho como você nunca viu no Formiga na Tela!
The Expanse - Formiga na Tela
The Expanse e a relação com o agora no Formiga na Tela!
Django - Sergio Corbucci
Django, o original de Sergio Corbucci, no Formiga na Tela!