Home > Seriados > Artigos > As grandes promessas para a temporada de séries 2018!

As grandes promessas para a temporada de séries 2018!

As grandes promessas para a temporada de séries 2018

As séries recentes marcam uma nova era do audiovisual. Com grandes atores, diretores, roteiristas e produtores do primeiro escalão de Hollywood perambulando cada vez mais na pequena tela, o potencial de qualidade vem aumentando diariamente – ou pelo menos aumentando o leque de produtos televisivos diferentes, de diversos gêneros e propostas.

Para alguns críticos e especialistas, a década passada foi a maior década de séries da TV americana – aquela que teve The Sopranos, The Wire, The Shield, Breaking Bad, entre outras. Mas temos que ressaltar que o pessoal dessa década está se esforçando também!

Porém, não viemos aqui falar sobre o passado, e sim sobre as novas séries que prometem ser pelo menos um bom passatempo para a gente maratonar ou assistir uma vez por semana. Podemos ver na lista abaixo o grande investimento em séries de gêneros como sci-fi, faroeste, horror, humor negro e policial. Mostra claramente a procura dos canais por conteúdos diferentes dos padrões convencionais, como dramas familiares; ou o já batidos procedurais, e as comédias sitcom tradicionais.

Separei algumas que me chamaram bastante atenção, e vou falar um pouquinho delas aqui para vocês.

Começando por algumas séries do NETFLIX

ALTERED CARBON, que estreia no dia 02 de Fevereiro, se passa num futuro onde a sociedade se acostumou à prática de trocas de corpos. Sendo assim, o mercenário Takeshi Kovacs (Joel Kinnaman, do remake de Robocop do José Padilha e da série The Killing) acorda após 250 anos congelado em outro corpo. Com isso, precisa se adaptar àquele novo mundo, e é contratado por um homem riquíssimo para descobrir quem é o autor do seu próprio assassinato.

Com um visual cyber-punk – mas que lembra os dois Blade Runner – a Netflix investe pesadamente em efeitos especiais nessa série policial de sci-fi. Baseada no livro homônimo de Richard Morgan, e criada por Laeta Kalogridis – que é roteirista do ótimo Ilha do Medo de Martin Scorsese, mas que também é roteirista de Exterminador do Futuro: Gênesis… então ficamos empolgados, mas não muito.

O MECANISMO é uma série de José Padilha – das obra-primas Tropa de Elite e Narcos – e estrelado por Selton Mello, se passa nos bastidores da Lava-Jato; aquela longa história que não sai das mídias brasileiras. Com estreia programada para dia 23 de março, promete ser mais um marco da Netflix – principalmente para os padrões séries brasileiras.

O Brasil ainda não conseguiu nenhuma série que marcasse e entrasse para cultura popular – por mais que 3% seja um sucesso mundial, ela não entrou no dia-a-dia da cultura pop dos brasileiros. Com total liberdade para fazer essa série e vivendo nos EUA, José Padilha é não somente criador, mas também diretor de alguns episódios. Assim, a série promete muito e, para mim, é a mais aguardada de 2018.

MANIAC é uma série de humor negro estrelada pelos astros Emma Stone e Jonah Hill – que atuaram juntos na comédia Superbad – sem data prevista para estreia. Trata-se de uma adaptação americana, pela Netflix, de uma série original norueguesa. Criada por Patrick Somerville, que escreveu alguns episódios das séries The Leftovers e The Bridge, e será dirigida exclusivamente, em todos os dez episódios, por Cary Koji Fukunaga, que também dirigiu todos os episódios da primeira temporada de True Detective.

Um pouco sobre a trama, os personagens de Stone e Hill vivem em um mundo da fantasia; quando na verdade estão institucionalizados num hospital psiquiátrico. Essa série deve ser um novo marco para a TV moderna. Stone e Hill agora são astros vencedores ou mencionados no Oscar – ou seja, esses grandes astros também estão começando a fazer TV mesmo no seu auge, coisa rara no passado.

Vamos ficar devendo o trailer dessa, que ainda não foi lançado.

Séries no FX

FX é o canal norte-americano do grupo FOX, que recentemente se tornou Disney-FOX, e que tem feito o maior número de grandes séries da última década. Muito se fala da HBO e até da Netflix, mas, em termos de produtos originais, a FX está batendo um bolão, com Filhos da Anarquia, Justified, Lights Out, Damages, The Americans, Fargo, Atlanta, Legion, American Crime Story, e Feud  – além de American Horror Story, que ajudou a ressuscitar uma tendência de séries antológicas que parecia estava esquecida no tempo.

Todas essas séries são de 2007 para cá – e todas são muito elogiadas e aclamadas. Por isso, precisamos mencionar duas séries do FX que merecem ser aguardadas, e vão estreiar ainda este ano.

TRUST é um projeto da FX – mas que poderia ser uma produção da BBC, tendo o pedigree de Danny Boyle como diretor da maior parte dos episódios e escrita, assim como é criada pelo também britânico Simon Beaufoy, que foi parceiro do diretor no filme 127 Horas e Quem quer ser um milionário?

A minissérie conta a história de John Getty III, neto do John Getty, bilionário britânico da indústria do petróleo. Getty é interpretado por Harris Dickinson, que é sequestrado por mafiosos italianos. A historia ganha seus tons de suspense, quando seu avô, interpretado por Donald Sutherland, decide não pagar o resgate.

O elenco ainda conta com Brendan Fraser interpretando James Fletcher, o detetive particular que vai investigar o caso, e Hilary Swank como Gail Getty, mãe de John Getty III e esposa de John Getty filho. O mesmo projeto vai entrar no cinema com direção do Ridley Scott – batizado de Todo o Dinheiro do Mundo, estreia no dia 1 de fevereiro nos cinemas, ele já está indicado um Oscar. Já a minissérie estreia no FX dia 25 de março lá nos EUA – e no Brasil ainda não tem data de estreia. Agora é esperar os dois projetos serem lançados, para nós decidirmos qual é o mais interessante.

HUE 1968 é uma série criada por Michael Mann, grande produtor e diretor que despontou para o sucesso na TV, com a série Miami Vice dos anos 80, é o caso curioso e raro de um grande diretor de sucesso primeiro na tv e depois no cinema – com a sua obra máxima Fogo contra Fogo de 1995. Mann será diretor da maioria dos episódios. Hue 1968 é baseada em um livro de Mark Bowden, que também é autor de Black Hawk Down – adaptado por Ridley Scott no ótimo filme Falcão Negro em Perigo, de 2001.

A história se passa em Hue, antiga capital do Vietnã. Durante a guerra, ela foi alvo da ofensiva de Tet, onde houve um massacre na luta entre os norte-vietnamitas contra as forças americanas e sul-vietnamitas, em Janeiro de 1968. A minissérie seguirá a estrutura narrativa de Bowden, que humaniza os personagens e torna compreensível porque os acontecimentos sangrentos se desenrolaram daquela forma, deixando claro que o Vietnã era uma guerra intragável para os EUA.

Nessas narrativas, teremos o ponto de vista de uma garota colegial que, após perder sua irmã brutalmente, começa a ajudar um contrabandista de armas. Além delas, a série segue um ex-jogador da NFL que se tornou um Coronel das forças americanas, um poeta budista que virou comissário vietcong, entre outros. O elenco ainda não foi divulgado, e será a nova tentativa de Michael Mann de voltar para a TV – em 2011, sua Luck, para HBO, acabou cancelada por ter vários problemas com mortes e acidentes com cavalos, além de não ter dado o retorno financeiro esperado.

A série não tem data para estreia, mas rolar no segundo semestre, no canal FX mesmo – também ficamos devendo o trailer dessa.

Outras séries

COUNTERPART é um thriller de espionagem com toques de sci-fi, estrelado pelo talentoso J. K. Simmons – ganhador do Oscar por Whiplash. Simmons interpreta Howard Silk, modesto funcionário da área burocrática de uma agência de espionagem da ONU. Tudo começa a mudar quando Howard descobre que a organização para quem trabalha protege um portal para uma outra dimensão – um mundo invertido e sombrio.

Com isso ele descobre um outro Howard – outra versão de si mesmo – dando início a uma série de intrigas, traições, e perigos. Ele é usado pelo seu outro eu para tentar ajustar as condições desse mundo paralelo. A série é criada por Justin Marks, que foi roteirista da versão live-action de Mogli, de 2016, e do filme Street Fighter: A Lenda de Chun Li – ou seja, outro caso em que estamos curiosos, mas com o pé atrás também.

O piloto foi bem intrigante – dirigido por Morten Tyldum, diretor dos bons O Jogo da Imitação (2014) e Headhunters (2011). O mesmo já está disponível online. Os outros episódios devem ser lançados nos próximos meses. Sem previsão de lançamento oficial no Brasil, a série do é canal Starz, que fez a brilhante série Black Sails, assim como o vexame American Gods.

WACO é uma minissérie baseada em uma história verídica: o cerco de 51 dias de Waco, feito FBI em 1993 a uma seita religiosa comandada por David Koresh, numa igreja no Texas. Este cerco resultou num conflito com o FBI e um tiroteio mortal. A série conta os dois lados deste conflito – o da seita espiritual, com David sendo interpretado por Taylor Kitsch, da segunda temporada de True Detective; e o lado do FBI, na figura do negociador Gary Noesner, interpretado pelo talentoso Michael Shannon, de Homem de Aço (2013), e da linda série Boardwalk Empire da HBO.

Criado pela dupla Drew Dowdle e John Erick Dowdle, que também foram responsáveis por adaptar o ótimo filme de horror espanhol REC (2007) para uma versão americana, Quarentena (2008). John será também o diretor de boa parte dos episódios. A série será exibida pelo canal Spike lá no EUA, que é do grupo Paramount Network. Ela estreou lá dia 23 de Janeiro, mas no Brasil ainda não tem previsão ou canal. Mas fiquemos ligado, porque o trailer é muito intrigante, e Kitsch está sinistro.

YELLOWSTONE é uma série criada por Taylor Sheridan, roteirista de A Qualquer Custo (2016), Sicário (2015) e Terra Selvagem (2017). Taylor é conhecido por repaginar o gênero clássico do western. Sua série será estrelada por Kevin Costner, que fará um fazendeiro, o patriarca da família John Dutton, que possui uma vastidão de terras que fazem fronteira com o parque nacional de Yellowstone, no EUA.

Em torno dessas posses surgem varias tensões, intrigas e disputas internas por grupo rivais. Kevin Costner conhece bem o gênero de western, o que é um ponto a mais. Taylor Sheridan também dirige vários episódios. A série, também da Paramount Network, tem previsão de lançamento para 20 de Junho lá fora. Aqui no Brasil, sem previsão e sem trailer por enquanto.

COLT é um dos projetos mais interessantes de 2018. É uma série baseada numa ideia do grande mestre Sergio Leone . O projeto é desenvolvido pelo Leone Group, comandado pelos filhos do mestre Rafaella e Andrea. Os dois chamaram o renomado Stefano Sollima, que foi showrunner da ótima série Gomorra (baseada no livro com mesmo nome), que é exibida pela HBO aqui.

Ele vai estrear como diretor em Hollywood com a continuação de Sicario (2015). Nessa temporada, o italiano vai dirigir episódios e também ser o showrunner dessa minissérie. Sollima é filho do grande diretor dos anos sessenta Sergio Sollima, também muito conhecido pelos seus spaghetti-westerns, como O Dia da Desforra (1966) e Quando os Brutos se Defrontam (1967).

A trama conta a evolução de como crianças vão se tornando foras-da-lei no Velho Oeste, e a conexão entre os episódios é pelo revólver COLT que dá nome a série. Uma das notas deixadas por Leone dizia que essa minissérie poderia servir como um prelúdio do faroeste clássico Jesse James (1939), de Anthony Mann que conta história de Jesse e Frank James que, depois de verem sua mãe assassinada, se tornam foras-da-lei. Jesse e Frank foram interpretados por Tyrone Power e Henry Fonda, respectivamente.

Ainda não tem trailer, mas com essas referências, é difícil não se empolgar!

THE ALIENIST é uma série original da TNT, que estreou dia 22 de janeiro agora – mas ainda dá tempo de correr atrás. A trama se passa na Nova York no século 19, quando um brutal serial killer começa a fazer inúmeras vitimas na cidade. O projeto é baseado nos livros de Caleb Carr, de 1994.

Daniel Brühl será o Dr. Laszlo Kreizler, que usa um novo método de psicologia para caçar o primeiro serial killer da cidade. Luke Evans é um ilustrador e repórter criminal que o ajuda nessa missão, junto com Dakota Fanning, que interpreta Sara Howard, a secretária do Comissário Roosevelt, que sonha em ser a primeira policial mulher da cidade.

Criado por Hossein Amini, que adaptou Drive para o cinema, também tem Cary Koji Fukunaga como produtor-executivo e um dos roteiristas da série. A TNT tem realizado ótimas series originais como Animal Kingdom, e o trailer mostra um suspense sinistro e bem tenso, com um recorte do século 19 bem interessante. Sem previsão de exibição no Brasil. Um pouco de terror nunca é demais.

THE HORROR é uma minissérie oficial AMC, ambientada em 1847. Inspirada em fatos, uma expedição da marinha real britânica é atacada por um misterioso predador que se aproxima dos barcos e das suas tripulações – dando início a um jogo desesperado de incertezas e sobrevivência. A série é estrelada por Ciarán Hinds como o Capitão Sir John Franklin. O elenco ainda conta com Tobias Menzies Jared Harris. Hinds e Menzies contracenaram em Roma, assim como também participaram de Game of Thrones.

O projeto tem Ridley Scott como produtor executivo, e é baseado no livro O Terror, de Dan Simmons. O criador da série é David Kajganich, conhecido por ter roteirizado o fraco Invasores. A série estreia dia 26 de março lá nos EUA e no Brasil, também pelo canal AMC. O trailer é tenso, assistam!

CASTLE ROCK é uma série baseada em vários escritos de Stephen King, que se passam na cidade fictícia homônima, localizada no Maine, nos EUA. O projeto será uma antologia de terror – a cada temporada, apenas o cenário se mantém, mudando elenco e ambientação.  Lá, passado e presente se cruzam. No elenco da primeira temporada, temos Sissy SpacekBill Skarsgard, André Holland, e Jane Levy, entre outros.

A série é de produção-executiva de J.J. Abrams, e criado por Sam Shaw e Dustin Thomason, que recente foram responsáveis pela elogiada série Manhattan. O Mestre Stephen King disse que não sabe nada do que vai para telinha, mas que segue como consultor do seriado. A série é original do streaming Hulu, que ainda não chegou para o Brasil. Recentemente, Hulu ganhou seu primeiro Emmy com a série The Handmaid’s Tale. Confiram o intrigante trailer.

 

É isso galera, quem aí está empolgado para a temporada de séries 2018? Faltou alguma série na lista? Comentem aí embaixo.

Um agradecimento especial ao amigo Heraclito Maia, que ajudou com as informações sobre a série Colt.

Já leu essas?
Juni Taisen: Zodiac War
Juni Taisen: Zodiac War – Battle Royale + zodíaco chinês!
Spectreman e outras séries toscas no Formiga na Tela
Spectreman e outras tosquices no Formiga na Tela!
mangás
Sobre mangás e comics – Por que um não segue o exemplo do outro?
O Fantástico Sulista: Das terras gaúchas, o movimento fantástico – Parte I!