Home > Quadrinhos > Notícias > Ele de novo! ALAN MOORE mexendo no universo de GARTH ENNIS!

Ele de novo! ALAN MOORE mexendo no universo de GARTH ENNIS!

Já sabíamos que Alan Moore estava para anunciar mais um projeto com a Avatar Press, envolvendo o desenhista brasileiro Gabriel Andrade, escolhido pelo próprio roteirista. Ontem foi revelado qual é esse novo trabalho: Um arco de seis capítulos dentro do universo da HQ Crossed, de Garth Ennis.

Crossed

Inédita no Brasil, Crossed – caso você não conheça – é uma trama como a dos filmes de zumbi, onde uma epidemia toma conta de uma grande parcela da população, obrigando os restantes a lutarem por suas vidas. O diferencial é que aqui, a epidemia manifesta o desejo incontrolável de praticar crueldades, das mais violentamente sádicas, e os infectados são identificados pelo aparecimento de uma ferida em forma de cruz no rosto. Perfeito para Garth Ennis, cujas histórias sempre trazem violência extrema.

Só que Alan Moore vai por outro caminho. Sua história se situa 100 anos no futuro desse mundo infectado. O nome da série é Crossed: +100. O autor vai explorar as consequências de um século de caos, assim como o futuro dos próprios infectados. Ficção especulativa pós-apocalíptica, trazendo um elemento interessante a uma narrativa cuja razão se der parecia ser apenas chocar.

Crossed+100-1-regular-600x927

Garth Ennis comenta:

 “Então, acontece de Jimi Hendrix querer tocar na minha banda. Ele quer cantar minhas músicas. Eu normalmente não me preocupo com reivindicação, mas Alan é, provavelmente, a única pessoa cuja opinião pode ser o bastante para que eu mude de ideia sobre o que fazer.”

“Ele é o maior talento individual que essa mídia já viu ou verá; tanto que ele escrever Crossed significa tudo para mim”

Arte de Gabriel Andrade em FERALS!

Arte de Gabriel Andrade em FERALS!

O desenhista brasileiro Gabriel Andrade, que já trabalhou com a Avatar em Ferals, também falou sobre a oportunidade:

“Para mim, trabalhar com o Sr. Moore neste projeto é muito mais um presente do que um desafio. Eu sinto uma conexão muito forte com o mundo, por trás desta história, com todas as referências, livros, filmes, música e arte conceitual que tem me acompanhado pela minha vida, sendo exploradas aqui. Tenho tido uma liberdade maravilhosa, tanto na criação do visual dos personagens quanto na formulação deste novo mundo.”

“O texto inteligente, claro e detalhado do Sr. Moore me deu uma base sólida para ilustrar, e experimentar, esse universo que estamos criando. Estou muito entusiasmado com esse trabalho e o que será publicado é o resultado de dias de dedicação intensiva à pesquisa e trabalho duro”

Crossed+100-1-CrossedCulture-600x927

A seguir, Alan Moore explica o que lhe atraiu na série:

“Que tipo de futuro  a humanidade terá, afinal? Os humanos desaparecerão? Uma vez que comecei a pensar nisso, e falei sobre isso com Garth, ele achou que parecia lógico e soava bem. Bom, isso é parte da emoção. Eu acho que as pessoas vêem Crossed como uma história de horror, e posso entender isso. É extremamente horrível. Mas na verdade, eu sempre tive meus problemas com gênero , e estou caminhando para a conclusão de que gênero tem sido apenas uma conveniência.”

“Agora, olhando para Crossed, eu estava realmente pensando nisso, para os meus propósitos ela é uma história de horror, mas também de ficção científica. Eu estava pensando sobre como Crossed é realmente sci-fi com um quociente muito, muito alto de horror. Então foi por onde comecei a abordagem. Eu tratei Crossed como uma história sobre “O que aconteceria se…” com uma premissa mais para ficção científica.”

Primeiro número chegando às lojas em dezembro! E aí, editoras do Brasil?

Já leu essas?
astro city
Bem-vindo a Astro City – Como Kurt Busiek resgatou os super-heróis!
o justiceiro
Quando o Justiceiro definitivamente não foi levado à sério!
liga da justiça dc
Liga da Justiça DC? Também tem da Marvel, Image, do mal, etc…
Formiga na Tela falando de algumas duplas criativas das HQs.
Duplas criativas das HQs no Formiga na Tela!
    • Daniel Fontana

      A cara dele!

  • Como nós sempre conversamos, é o simples chocar por chocar, e isso acaba por cansar o leitor.

    • Daniel Fontana

      Mas essa CROSSED +100 é outra história. Vale uma espiada!