Home > Quadrinhos > Artigos > Cinco músicas inspiradas por heróis dos quadrinhos!

Cinco músicas inspiradas por heróis dos quadrinhos!

O universo dos heróis das HQ’s no mundo do rock!

A Cultura Pop em geral sempre inspirou músicos do rock, de uma forma ou de outra. A clássica série de TV O Prisioneiro é um belo exemplo, homenageada duas vezes pelo Iron Maiden. A literatura de Fantasia também tem uma relação próxima com o mundo do Heavy Metal, com a banda Blind Guardian, citando apenas um caso, deixando clara sua admiração pela obra de J. R. R. Tolkien ou Michael Moorcock. Quando o assunto é super-heróis, talvez sua relação com a música não seja tão lembrada, mas existe em casos tão explícitos quanto.

Exatamente por isso, selecionamos cinco exemplos de músicas que beberam abertamente da fonte dos super-heróis dos quadrinhos. Não são relações vagas ou insinuadas, mas trabalhos que realmente comunicam a proximidade dos músicos com esses personagens. Como já falamos sobre a Música Clássica em alguns momentos divertidíssimos na animação, chegou a hora de falar dos heróis (vilões também) dos quadrinhos no Rock.

Músicas super herois quadrinhos

Confira nossa seleção!

5- Magneto And Titanium Man – Wings

Wings, também conhecida como Paul McCartney & Wings, foi formada logo após a ruptura dos Beatles, mantendo-se unida até 1981. Fez tanto sucesso que você deve se lembrar de Live And Let Die, canção de abertura do filme 007 Viva e Deixe Morrer, que foi até indicada ao Oscar. O que nos interessa aqui é música do lado B do álbum Venus and Mars/Rock ShowMagneto And Titanium Man, lançada em 1975.

Parece difícil negar que o ex-Beatle é um fã, ou pelo menos era, da Marvel. A letra surreal fala do plano de um roubo a banco, envolvendo Magneto, Homem de Titânio e Dínamo Escarlate. O disco  trazia artes do trio de vilões assinadas por George Tuska, John Tartaglione, Mike Esposito, Sal Buscema e Joe Staton.

 

4- Nobody Loves The Hulk – The Traits

Eis um caso de um personagem ganhando uma música tema, algo que ninguém estranharia se acontecesse hoje, graças às iniciativas transmídia cada vez mais comuns. Só que estamos falando de um evento ocorrido em 1969, quando a banda de garagem novaiorquina The Traits emplacou um pequeno hit em sua curta carreira. Pode-se dizer que Nobody Loves The Hulk se tornou a música oficial do personagem, já que teve publicidade nos próprios quadrinhos da editora entre 69 e 70.

Letra básica, sem nada demais. Poderiam até usar na abertura daqueles desenhos desanimados da Marvel, mas permanece como uma curiosidade divertida dos primeiros anos do estouro desses personagens e seu impacto cultural. Até foi feita uma referência à canção em Hulk Annual #18 (1992) e, só como adendo, segundo o CBR, a compositora Rosalind Rogoff se sente um tanto constrangida por esse trabalho…

 

3 – Jimmy Olsen’s Blues – Spin Doctors

O rock alternativo do Spin Doctors já apareceu para o mundo fazendo referência ao Superman. Pocket Full of Kryptonite é o título do álbum de estreia, em 1991. O nome vem de uma frase da primeira música, Jimmy Olsen’s Blues, cuja letra incorpora a perspectiva do coadjuvante do Homem de Aço, enciumado pela atenção que o herói recebe de Lois Lane.

“He’s leaping buildings in a single bound / I’m reading Shakespeare at my place downtown…Come on downtown and make love to me / I’m Jimmy Olsen, not a titan, you see”. A melancolia do rapaz, que não tem como concorrer com um rival como esse, ganha ares de plano maligno super vilanesco quando o tal “bolso cheio de kryptonita” é citado. Interessante! Até daria uma boa HQ escrita por Grant Morrison.

 

2 – I Am The Law – Anthrax

O mundo de Juiz Dredd inspirou o álbum DROKK: Music inspired by Mega-City One, lançado em 2012. Iniciativa de Geoff Barrow (do Portishead) e Ben Salisbury, servia como uma trilha sonora inteira para o universo do personagem mais famoso dos quadrinhos britânicos, só que mais focada no ambiente do que no bom juiz. Sobre isso, os norte-americanos do Anthrax já haviam se ocupado em 1987, com I Am The Law integrando o álbum Among The Living.

A banda de Thrash Metal contou com o apoio do editores da 2000 AD, que cederam artes para o lançamento. A canção deixa claro todo entusiasmo dos músicos pelo personagem, utilizando as gírias características das histórias, citando coadjuvantes e arcos específicos dos quadrinhos. Esse é mais um caso de trabalho de fã que acabou tornando-se oficial, mas não caiu no esquecimento, como o já citado caso do Hulk.

 

1- Surfing With The Alien – Joe Satriani

Virtuose da guitarra, Joe Satriani lançou o álbum Surfing With The Alien, nome da música de abertura, em 1987. Como se trata de rock instrumental, não há menções diretas, mas a música título já evoca o universo cósmico do Surfista Prateado logo no início. Aliás, a própria capa já traz o personagem desenhado por John Byrne em Silver Surfer #1, evidenciando que todo o conceito é calcado nestas Hq’s da Marvel, que aprovou a iniciativa.

Segundo álbum do guitarrista, é um clássico não só pela qualidade, mas pela sua relação aberta com as HQ’s de super-heróis, muito antes disso virar moda. Que tal deixar rolando enquanto lê os quadrinhos do Surfista? Segue a faixa título:

 

Bônus: Enquanto isso, no Brasil…

Não foi só na gringa que o universo dos quadrinhos de super-heróis fez crossover com a música. Em 1969, o carioca Jards Macalé concorreu no Festival Internacional da Canção com Gotham City. Em 1984, no álbum Batalhões de Estranhos, o Camisa de Vênus incluiu uma versão muito legal desta composição.

 

Mas também houve alguns momentos constrangedores…

 

Enfim, essa foi nossa seleção das canções inspiradas pelos heróis dos quadrinhos. Sobre esse apêndice com exemplos nacionais, também houve um caso na Bahia que me recuso a incluir o vídeo aqui, pois aí viraria uma postagem da seção Mundo Bizarro. Se sua curiosidade é irresistível, clique por sua conta e risco.

 

Curtiu a lista? Quer citar alguma outra música? Comenta aí!

Já leu essas?
Transmídia
Transmídia na pauta do FormigaCast!
Os Quadrinhos de terror da EC Comics
Os Quadrinhos de Terror da EC Comics no Formiga na Tela!
Resenha de Mangá: O Poder dos Quadrinhos Japoneses
Mangá: O Poder dos Quadrinhos Japoneses
universo cinematográfico marvel
O que será do Universo Cinematográfico Marvel após o fim de Thanos?
  • Diego Campachi

    A banda Bota Gasta fez uma sobre o Conan

  • Pierre Braga

    Spiderman dos Ramones não ter entrado já considero uma heresia…. Tem também Ultraseven dos Ratos de Porão, Superman do REM e uma do Manowar sobre Asgard

    • Me perdoe, amigo. Não inclui os Ramones por se tratar de uma versão, e não uma canção inspirada. Mas acho que poderia ter citado… Foi mal.
      Legal lembrar do Ultraseven. Boa!
      Superman do REM quase entrou, mas como eram cinco e já tinha o Spin Doctors, achei que era um exemplo mais curioso.
      Me corrija se eu estiver errado… o lance do Manowar não é calcado na mitologia nórdica em si? Se for, a relação com os quadrinhos seria muito indireta.

      Valeu por comentar!

  • Pierre Braga

    Melhor subir para 10 e incluir todo mundo!!!! hehehe