Home > Quadrinhos > Artigos > Eternauta, clássico dos quadrinhos argentinos, em curta de animação!

Eternauta, clássico dos quadrinhos argentinos, em curta de animação!

Eternauta é um marco dos quadrinhos sul-americanos

O Eternauta é um dos maiores clássicos dos quadrinhos argentinos e dos quadrinhos de ficção científica já publicados. Misturando o pessimismo noir típico do final dos anos 50, com a sombra do armagedon atômico se projetando sobre o mundo, os autores Héctor Germán Oesterheld e Francisco Solano López criaram um obra que é um reflexo do seu tempo, cujas críticas e comentários políticos e sociais permanecem incrivelmente atuais. Foi publicada pela primeira vez na revista Hora Cero Semanal, entre 1957 e 1959.

eternauta

A história começa com a visita de um homem vindo do futuro à casa de um quadrinista (alter ego do próprio Oesterheld). Este homem, Juan Salvo, narra a história dos estranhos eventos pelos quais passou.

Uma nevasca mortífera cai sobre Buenos Aires e região metropolitana, eliminando toda a vida em poucas horas. Juan Salvo, junto com alguns amigos (Favalli, Lucas e Polski) sua esposa e sua filha ficam a salvo, graças à proteção da casa de Salvo e à engenhosidade de Favalli.

Eles se organizam para sobreviver ao fenômeno, confeccionando roupas especiais para poderem sair de casa e coletar provisões. Em uma destas viagens, encontram Pablo, um garoto de doze anos, e percebem que os sobreviventes desesperados podem ser uma ameaça tão grande quanto a própria neve. Dias depois do início da nevasca, eles descobrem que o fenômeno foi provocado por uma invasão alienígena à Terra, e são recrutados por uma força de resistência para combater os invasores.

Homenagem animada

Esta brilhante animação apresentada por Pablo Conde mostra um breve recorte dentro desse desesperador universo criado por Oesterheld e Lopez. Com cerca de 5 minutos de duração, a animação consegue transmitir toda a habilidade dos personagens para sobreviver nesse ambiente desolador de uma Buenos Aires pós-apocalíptica.

A animação, segundo Conde, levou cerca de cinco anos para ser completada, pois eles “não tinham nenhuma intenção de levar tanto tempo, mas dado que o realizamos sem nenhum tipo de financiamento, tivemos que faze-la em nossos tempos livres de outros trabalhos, e sempre esteve claro que deviamos dar-lhe a maior qualidade possível, e por isso permitimos que a obra tomasse o tempo necessário para amadurecer”.

Celebremos o esforço de Pablo e sua equipe apreciando a adaptação em animação desse clássico indelével das HQ’s e da ficção científica! Confira!

Curte quadrinhos argentinos? Não deixe de conferir nosso Formiga na Tela sobre Angela della Morte e nossa resenha para Esqueleto, do grande Salvador Sanz!

Já leu essas?
liga da justiça dc
Liga da Justiça DC? Também tem da Marvel, Image, do mal, etc…
Resenha de Shenzhen: Uma Viagem à China, de Guy Delisle
Shenzhen: Uma Viagem à China – Estranho numa terra estranha!
Alena Kim W Andersson
Kim W. Andersson, autor de Alena, no Formiga na Tela!
A Liga da Justiça e suas cinco melhores HQ's
A Liga da Justiça em cinco ótimas HQ’s!