Home > Programas > Formiga na Tela > Winsor McCay na pauta do Formiga na Tela!

Winsor McCay na pauta do Formiga na Tela!

Um vídeo dedicado ao mestre Winsor McCay

Durante muito tempo, as Histórias em Quadrinhos estiveram relegadas ao rótulo de arte menor, acusadas até de emburrecer ou corromper seus jovens leitores. Foi um longo caminho, desde sua aparição e trajetória pelo século XX, até que essa imagem mudasse. Quando falamos nesse assunto, é comum pensar em Will Eisner* como responsável por essa mudança de paradigma, levando as HQ’s a um outro patamar e exibindo o verdadeiro potencial da mídia. Eisner lutou por essa nova consciência lá pelo final da década de 1970, mas, bem antes, Winsor McCay já havia demonstrado que os quadrinhos poderiam ser obras ambiciosas, visual e conceitualmente.

*(Já viu nosso vídeo sobre Um Sinal do Espaço e o documentário Will Eisner: Profissão Cartunista?)

Winsor McCay na pauta do Formiga na Tela

Little Nemo sempre terminava suas aventuras caindo da cama.

Zenas Winsor McCay tem seu ano de nascimento incerto, entre 1867 e 71, falecendo em 1934. Ilustrador, cartunista e animador, ele tem Little Nemo como seu trabalho mais famoso, iniciado em 1905. O personagem, um garoto cujos sonhos o levavam a mundos fantásticos, permitiu que McCay exercitasse todas as suas habilidades como artista gráfico. Sua narrativa notável explorava a perspectiva e a metalinguagem de uma forma que é notável até para os padrões de hoje. Little Nemo in Slumberland era publicado em páginas dominicais no New York Herald, de propriedade do magnata William Ramdonph Hearst.

A obra de McCay que vem logo atrás de Little Nemo, na lembrança de seus admiradores, é Gertie The Dinosaur (falamos disso quando completou 100 anos). A animação, que exigiu cerca de dez mil desenhos, fazia parte de uma apresentação em um teatro de vaudeville, onde o próprio fazia uma performance interagindo com o que era projetado. O impacto de Gertie é imenso para o campo dos desenhos animados, influenciando, entre outros, os lendários irmãos Fleischer.

Já que o cara é tão importante, nada mais justo do que dedicar um vídeo a ele. Confira, comente e compartilhe. Se ainda não nos acompanha, inscreva-se no canal. Caso queira nos mandar sugestões, críticas ou qualquer outra coisa, escreva para natela@formigaeletrica.com.brAté a semana que vem!

Assista!

Já leu essas?
o justiceiro
Quando o Justiceiro definitivamente não foi levado à sério!
liga da justiça dc
Liga da Justiça DC? Também tem da Marvel, Image, do mal, etc…
Resenha de Shenzhen: Uma Viagem à China, de Guy Delisle
Shenzhen: Uma Viagem à China – Estranho numa terra estranha!
Alena Kim W Andersson
Kim W. Andersson, autor de Alena, no Formiga na Tela!