Home > Programas > FormigaCast > Stranger Things 2 no FormigaCast!

Stranger Things 2 no FormigaCast!

Stranger Things 2 deu o tom da nossa conversa

Depois de um enorme sucesso no ano passado, Stranger Things (assunto que rendeu bastante) já tinha sua segunda temporada assegurada pela Netflix. Anunciada em 31 de agosto de 2016, Stranger Things 2 – título que também vai na onda oitentista – trouxe de volta Matt e Ross Duffer, criadores da série, como showrunners e produtores executivos. Estreando em 27 de outubro, o segundo ano da série chegou cercado de teorias dos fãs e manteve todo mundo satisfeito. Bem, pelo menos aqueles que curtem essa pegada nostálgica e queriam mais daquilo que viram na primeira temporada.

Stranger Things 2 no FormigaCast

Novamente recheada de referências e citações de produções da década de 1980, Stranger Things 2 coloca mais uma vez sua simpática galeria de personagens às voltas com a dimensão do Mundo Invertido. O menino Will continua sofrendo com a influência direta dos seres interdimensionais, um gancho deixado na temporada anterior. Se em termos de premissa não mudou muita coisa, o desenvolvimento desse elenco é muito bem resolvido, criando arcos dramáticos muito eficientes para cada um deles. Algo notável, se pensarmos na quantidade de personagens importantes que a série tem.

Enfim, confira nosso bate-papo sobre esse novo estouro televisivo e descubra o que tínhamos a dizer sobre ele. Saiu muita coisa interessante, muita informação e insights sobre as referências. Já assistiu tudo? É bom avisar que tem SPOILER a rodo.

E aí, curtiu nosso papo sobre Stranger Things 2?

Concordou com o que dissemos? Achou que foi tudo besteira? Não importa! Deixe a gente saber sua opinião, não só sobre a série, mas também sobre o podcast. Comente aí ou mande um email para podcast@formigaeletrica.com.br. Acompanhe o FormigaCast também pelo nossa página no Soundcloud. Voltamos com mais uma conversinha legal em quinze dias. Não deixe de conferir.

Até lá!

Já leu essas?
Crítica de Sobrenatural: A Última Chave
Sobrenatural: A Última Chave – Assustadoramente bom!
Mindhunter no Formiga na Tela
Mindhunter no Formiga na Tela!
simpsons
A Disney comprou os Simpsons! E agora? Alguém ainda liga?
Transmídia
Transmídia na pauta do FormigaCast!
  • Mateus Almeida

    Realmente não me empolguei tanto com a segunda temporada quanto a galera que participou do cast. Achei um grande repeteco da primeira e ainda não consegui tirar algo bom dessa quantidade imensa de referências. Pelo contrário, acho que a produção está tão empenhada em incluí-las que isso acaba esvaziando o sentido de cada uma (vide a menção explícita a It). Sobre a Eleven, também não curti o arco dela nessa temporada. Não sei se faz sentido, mas quanto mais foram explicando a história da mãe dela e da Kali, mais eu fui saindo do clima da série. Explico: a questão da Eleven está envolta em uma lenda urbana, no maior estilo “um amigo me contou que um primo de um tio distante dele…”. Quanto mais abordam todo o experimento, os poderes, e etc. mais bizarro parece, o que acaba tirando um pouco da aura de “inexplicável” e, paradoxalmente, a credibilidade. A graça de boa parte das produções sobrenaturais dos anos 1980 era justamente a falta de explicação que dava a aura de mistério. Imagina se ficassem tentando discorrer sobre a origem dos Gremlins no filme ou as razões biológicas deles se modificarem e tal? Ia ser um pouco tosco. Tão tosco quanto foi o momento Xavier e Magneto (First Class) da Eleven e da Kali.
    Como destaque positivo, fica somente a criatura Lovecraftiana.
    No mais, ótima discussão, pessoal! Fica como sugestão de pauta o tema que foi mencionado no programa: o excesso de nostalgia e a obsessão por referências nas obras da cultura pop. 😉

  • Adahil Júnior Galdino da Silva

    Achei muito bom essa série da Netflix que é digna, para alguns, de uma maratona. Caramba, ela me surpreendeu! Aquela cena dos garotos com a fantasia dos “Caça-Fantasmas” tá bem anos 80, foi um dos momentos que mais gostei. Aliás, todas as séries são originais, mas a maioria é desenvolvida buscando inspiração para outros filmes a fim de integrarem o roteiro. Ouvi dizer que ela ganhou um programa nos mesmos moldes de Talking Dead, mas pra assistir essa discussão tem que ver a segunda temporada completa pra descobrir os spoilers depois. Pra ficar ainda melhor: a série foi renovada para a terceira temporada, o que significa que a história vai continuar, com certeza.
    Infelizmente só assisti os primeiros dois episódios, mas, quando tiver tempo, irei continuar acompanhando. Desde já, confesso que é nostalgia pura e muita referência!