Home > Programas > Formiga na Tela > Marshal Law, de Pat Mills, no Formiga na Tela!

Marshal Law, de Pat Mills, no Formiga na Tela!

O ataque de Pat Mills aos super-heróis com Marshal Law

A onda de roteiristas britânicos que varreu a indústria norte-americana de quadrinhos, a chamada Invasão Britânica, tem algumas personalidades pouco comentadas. Pat Mills é um deles. Injustamente, pois o cara é considerado o padrinho dos quadrinhos ingleses, promovendo com John Wagner uma revolução em seu meio, na linha de frente da lendária revista 2000 AD. Ainda que ele não tenha emplacado em sua passagem pelo mercado dos EUA, deixou uma criação que merece bastante um olhar mais cuidadoso: Marshal Law.

(Marshal Law foi publicado no Brasil em 1991 e nunca ganhou outra edição. Quem estiver interessado, pode correr atrás deste encadernado gringo)

Marshal Law no Formiga na Tela

Lançado em 1987, contando com o traço estilizado de Kevin O’Neill, Marshal Law é, em linha gerais, um super-herói que caça super-heróis. Embora ele mesmo não se considere um super-herói, é bom lembrar. Na verdade, ele os odeia. Sancionado pelo governo, esse vigilante geneticamente alterado tem um visual sadomasoquista e é cheio de frases de efeito. Na verdade, tudo isso é uma grande tiração de sarro com aquilo que era mais reconhecível na época. Além dos uniformes e da atitude norte-americana, Mills joga neste balaio o próprio cinema de ação hollywoodiano próprio da época. Falando em cinema, essa sátira ácida quase foi para o cinema, mas tem outro gibi de Mills, Accident Man, que conseguiu virar filme.

Brincando com a geopolítica da época, o roteiro envolve a incursão de super seres criados nos EUA em uma guerra na Amazônia para prevenir a criação de repúblicas marxistas. Na volta do conflito, esses “heróis” são pessoas desajustadas e, muitas vezes, perigosas. Qualquer semelhança com o os veteranos do Vietnã não é mera coincidência. Marshal Law é a resposta do governo para deter os super-heróis que saem da linha.

O personagem chegou a dar as caras no Brasil no começo da década de 1990, mas só teve a primeira minissérie e um one-shot publicados. Confira nosso bate-papo sobre essa interessante HQ de Mills e O’Neill. Curta o vídeo, comente e compartilhe. Se ainda não acompanha nosso trabalho, inscreva-se no canal. Mande um email para natela@formigaeletrica.com.br.

É isso! Voltamos na próxima semana. Até lá!

Assista!

Já leu essas?
Jupati Books - Desastres Ambulantes
Desastres Ambulantes – HQ nacional da Jupati Books!
Vinte Mil Léguas Submarinas no Formiga na Tela
Vinte Mil Léguas Submarinas no Formiga na Tela!
Resenha de Superman Uma Biografia Não Autorizada
Superman: Uma Biografia Não Autorizada
Resenha de Angola Janga
Angola Janga – Um recorte inalienável da história negra brasileira!