Home > Programas > FormigaCast > FormigaCast com Batman vs Superman!

FormigaCast com Batman vs Superman!

Um lançamento deste porte merece uma conversa mais demorada. Batman vs Superman: A Origem da Justiça (já leu a crítica?) vem dividindo opiniões e agitando as paixões do público mais ou menos próximo aos quadrinhos, portanto, nada melhor que debater as qualidades e os defeitos deste grande evento cinematográfico.

Ouça, baixe, comente e compartilhe! Voltamos na semana que vem!

Já leu essas?
Crítica de Além da Morte
Além Da Morte – E também da qualidade, inteligência e do bom senso!
Crítica do filme Bom Comportamento
Bom Comportamento – Marginalidade pulsante e afetos desajustados!
space between
Curta The Space Between Us mostra futuro distópico de poluição!
Crítica do filme Guerra dos Sexos
A Guerra dos Sexos – O problema da precisão histórica!
  • Alexandre de Paula

    Bom, vamos aos pontos…

    Superman – Apesar do arco dele continuar não apresentado O herói que queremos ver, ainda gosto muito da postura dele como Superman. Ele pelo menos tem uma presença quando está em ação.
    Batman – Melhor coisa do filme. Gosto da atuação do Ben Affleck, do uniforme, desse lado violento dele e tal. A única coisa que me incomodou foi no resgate da Martha Kent. Ao invés de vermos um Batman stealth chegando na surdina e pegando os capangas desprevenidos na escuridão, vemos um cara barulhento, que chega metendo luz em tudo e tiro pra todo lado, o que daria chance pra qualquer capanga mais inteligente ter entrado em contato com o Lex avisando sobre aquela ação. MAS, pela conveniência de roteiro, o resgate deu certo daquela forma espalhafatosa.
    Mulher-Maravilha – Apesar de não ter motivos pra estar ali, achei ela demais e a presença dele não é um problema no filme. Ela foi um ponto positivo!
    Lex – Não gostei dessa versão perdida e sem foco. O cara não consegue sequer dar um discurso sem se perder no meio da própria fala. O cara quer criar um monstro pra depois não ter a mínima idéia do que fazer com ele. Isso não tem nada a ver com o Lex centrado e calculista que conhecemos.
    Lois Lane – Acho que seguindo o problema de Man of Steel, continuam dando uma participação pra ela maior do que deveriam.

    Achei TODOS os sonhos desnecessários.
    Achei tosco todo mundo saber a identidade de todo mundo do nada, principalmente, o negócio das pastinhas de super-heróis do Lex.
    O roteiro e a montagem tem problemas.
    O filme foi super mal vendido, pois não é focado em Batman Vs Superman. Tanto que no final do filme, cheguei a conclusão que a luta entre os dois não foi totalmente satisfatória. A parte da pancadaria foi legal, mas cadê o embate ideológico? Tudo aconteceu por causa de uma manipulação do Lex, tirando assim todo o peso das divergências entre os dois. E pra ferrar com tudo, nem 10 minutos depois, somos obrigados a engolir o Batman chamando o Superman de AMIGO. Ou seja, jogou no lixo todas aquelas diferenças que estavam sendo construídas durante o filme.

    Mas enfim, no saldo geral eu acabei gostando do filme. Tanto que eu dou uma nota 8.5 (prefiro a escala de 0 a 10 rsrs).

    Parabéns pelo cast, gostei muito de toda o debate e dos pontos levantados!

    • Com todos os seus problemas, ainda entregou uma bela diversão. O ritmo segura bastante, tanto que na revisão ele ainda passa bem rápido. Que bom que gostou!

      Muito obrigado pela audiência e pelos elogios, Alexandre.

      Abraço!

  • Demorei pra ouvir porquê demorei pra assistir! De qualquer maneira, eu gostei do filme por dois motivos: (1) tem o superman e (2) tem o batman. Ponto. Toda a conversa restante deixo pra vocês manjadores da 7ª arte.

  • Rodrigo Grillo HQ

    Você reconhece que a trilha sonora dos Vingadores é fraca quando ela toca de fundo no Formigacast sobre BvS, em 1:11:00, e só quando escuta o podcast pela segunda vez é que você percebe hahahaha

    • Hahahaha Fico feliz de saber que você estava ouvindo pela segunda vez.

  • Finn Mertens

    Cara, 1° acho que o proposito unico da Mulher-Maravilha ali, é gerar o boca-a-boca e analizar a aceitação do publico para uma super-heroina que ganhara seu filme solo muito em breve, apesar de ser um personagem popular, a bilheteria não é garantido, temos diversos exemplos de personagens populares que não deram certo, não ha necessidade de aprofunda-la dentro de uma trama ja saturada de elementos que o publico ja não consegue lidar.

    2° Quando a Mulher-Maravilha diz que “se afastou da historia da humanidade”, bem… com um pouquinho mais de boa vontade, poderiam ter avaliado isso como algo do Humano vs humano, guerras, vilões nivel Coringa, politica e coisas assim, não sobre invasão de monstros aliens ou demonios, neste caso, ela ficaria na duvida, e no caso do Pocalipse, ela ja estava na região, acabado de entrar no avião, vendo tudo na tv, uma reação de intervenção dela naquela situação me pareceu bem aceitavel(sem dizer que o Apocalipse tem um nivel de destruição planetaria).

    3° “A gente acaba costurando em nossas cabeça por conhecermos os personagens”, ou todo filme tem de ser mastigadinho e tudo precisa de explicação né.

    4° Acho que vc levantaram bola demais p Feige e Whedon, hein.

    5° “Como a Louis sabia que era um Kryptoniano?” R: ela não sabia, ela sabia que estava acontecendo algo ruim na nave do Zod, e o Luthor tinha algo a ver com isso, tanto que Perry a mandou pra la, mas ela foi para Gothan pq o Batman e o Super estavam lá.
    E o decorrer da batalha com o Apocalipse, aconteceu a “poucos” metros dela, a alguns quarterões, da pra ver que ela estava perto, no momento que o monstro tem mais uma troca de “pele” que causa o desmoronamento onde ela estava, do alto super ouve ela batendo, e daquele ponto de vista sabemos que ela esta perto, alem da cena em que o Super pega a lança na agua e ela o ajuda, da pra ver que a batalha esta maisperto ainda naqule momento.
    E Batman não pegou a lança de imediato pois estava bem no meio da treta e ainda tinha granada de kryptonita com ele.

    6° Super tenta falar com Batman, dizendo ” Bruce, bla,blaLuthorbla, então aciona a armadilha sonica, depois novamente, tenta dialogar dizendo que não ha tempo, quando Batman acion as metralhadoras, depois na laje tenta impor ao Batman que pare, mas Batman lança a bomba de fumaça e logo a bomba de kryptonita.

    7° Martha- Ha poucos minutos o Super encontrou com alguem (Luthor),que o odiava tanto que ameaçou a matar a mãe dele, logo em seguida, encontrou outro q aparentemente o odiava tanto quanto o primeiro, vc acha que ele arriscaria dizer que era mãe? Alem do que perderia todo o lance das duas mães terem o mesmo nome, e foi uma sacada bem interessante toda a cena na minha opinião, contrario da maioria que acha essa cena absurdo, acho que a “tela azul” que o Batman teve e a desistencia de matar o Super me pareceu bem plausivel, pois por mais doido que o Batman seja, ele é um heroi, e ele sabe que o Super age para o bem, então não é tão simples para um heroi, cravar uma lança com as proprias mão no peito de outro que esta caido, muito menos se tiver um segundo (bem usado pela Louis)pra questionar que aquele é um homem, sim ele é um homem, um “monstro” alien não teria uma mãe de nome Martha. Enfim, acho um absurdo que pessoas achem isso um absurdo.

    8° Qual é a do Luthor? como ai mesmo disseram, é um Vilão megalomaniaco, ponto. Mas ate entre vcs o obvio parecia algo conflitante. Concordo e houve exageros na caracterização da personalidade do vilão, que ficou mais parecido ao Coringa q ao Luthor que estamos acostumados, mas não ha necessidade de tanta explicação pra vilões de comics de super-herois, geralmente seus aspectos são bem futeis mesmo. O que ele precisa é ser perigoso, quanto mais, mais se faz necessario a presença de um super-heroi.

    9° Vcs ja estão julgando o arco do Super sem que o mesmo tenha completado? Simplesmente pq acham que ja deveria ter ocorrido a “tal mudança”? Talvez esse seja o motivo da morte do personagem, o Retorno é que é a questão.mas vcs exigem que aconteça ao seu tempo, não ao do personagem nem ao do diretor ou studio.

    Infelizmente encontro aqui o que encontro em quase todo lugar onde vou, pessoas que aumentam varias vezes os problemas do filme, ao menos 4, 5 X +. Ou seja, inventam.
    Não acho o Snyder um diretor top mas ta longe de ser essa aberração q vcs pintam, ele é um diretor ok, tem suas peculiaridades, mas ok., geralmente gosto do estilo dele.
    Eu tambem acho que é uma pena. é uma pena ler ou ouvir analises de pessoas estudiosas mas com uma tendencia a uma visão INTERPRETATIVA tão negativa sobre praticamente tudo no filme, a ponto de ver algo como ruim no que poderia ter visto de outra forma, como alguns exemplos que citei acima, mas que vão se acumulando e minando a experiencia de assistir ao filme, e vão passando isso aos outros que passam a outros e assim por diante. O que me leva a questionar, pq vcs queriam algo mais complexo e profundo se ate coisas que são simples e interpretavivas vcs tem uma visão negativas ou nem compreendem o que veem? O que querem? Um caminhão de referencias da literatura filosofica?
    Desculpe não fazer uma analise mais detalha do podcast fui ate medade, tive que escrever rapido, pois eu ja estava esquecendo este programa no momento em que ouvia. E sei que meu texto sera inutil, logo nem vale o trabalho, então vou ficando por aqui. Ate as negativas criticas de Liga da Justiça. Abs.