Home > Programas > Formiga na Tela > Duna de Jodorowsky na pauta do Formiga na Tela!

Duna de Jodorowsky na pauta do Formiga na Tela!

A complicada história de Duna de Jodorowsky

Quem conhece o mínimo da obra do chileno Alejandro Jodorowsky (Garras de Anjo, Os Olhos do Gato) sabe que ele pode receber vários adjetivos, menos o de “artista comercial”. Concebendo obras relevantes não importando a mídia, seus roteiros para o cinema e quadrinhos sempre priorizaram proporcionar uma verdadeira experiência ao espectador/leitor. Nunca foi de seu interesse criar narrativas mais tradicionais, seguindo qualquer tipo de fórmula. O prestígio no início da década de 1970 possibilitou abraçar um grande projeto. Tão grandioso que acabou cancelado em um estágio avançado de pré-produção, mas a empreitada tornou-se uma lenda, hoje conhecida como Duna de Jodorowsky.

Após atingir um sucesso restrito aos meios alternativos com os filmes El Topo e A Montanha Sagrada, Jodorowsky teve a oportunidade de escolher um novo projeto dispondo de mais recursos. O clássico livro de ficção científica de Frank Herbert, Duna, tornou-se uma espécie de obsessão para o cineasta/roteirista, mesmo que ele nem o houvesse lido naquele momento da vida. A HBO realizou um documentário sobre o processo de adaptação do filme, que, mesmo não acontecendo, acabou influenciando uma série de outras produções e sua trajetória continua fascinante.

Duna de Jodorowsky no Formiga na Tela

Jodorowsky fala bastante no documentário da HBO!

Uma equipe invejável e muito entusiasmo

Entraram no barco os melhores profissionais que o cinema poderia dispor naquele momento. O parceiro recorrente nas HQ’s, Moebius (Mundo de EdenaSurfista Prateado: Parábolaque também ganhou um Formiga na Tela) ficou encarregado de conceber várias artes conceituais, assim como os storyboards. Dan O’Bannon, que vinha de Dark Star, de John Carpenter, desenvolveria os efeitos especiais, que incluiriam uma plano sequência de quinze minutos no espaço. O ilustrador Chris Foss trouxe sua experiência em publicações de ficção científica nos designs de naves e veículos. Isso apenas citando o mínimo.

Neste episódio do Formiga na Tela, conversamos sobre o documentário da HBO, sobre a própria iniciativa e sua influência e o acaso que a tornou tão importante, mesmo não acontecendo de fato. Confira mais este bate-papo. Se ainda não é um inscrito, inscreva-se no canal. Curta o vídeo, comente e compartilhe. Semana que vem tem mais!

Assista!

Já leu essas?
Estreias nos Cinemas – 17/08
melhores livros de ficção científica
Os Melhores Livros de Ficção Científica de 2017! (Até aqui…)
Crítica de Lady Macbeth
Lady Macbeth – William Shakespeare ficaria orgulhoso!
Crítica de Afterimage, de Andrzej Wajda.
Afterimage – O canto do cisne de Andrzej Wajda!