Equipe

Daniel Fontana
Fundador do Site Formiga Elétrica

Designer, neurótico, fanático por quadrinhos, cinéfilo radical, leitor faminto e alguém que tem muito a dizer. Resolveu escrever sobre suas paixões por recomendação de seu terapeuta, que já não aguentava mais ouvir metáforas relacionadas a super-heróis e séries de TV.

Gustavo Clive Rodrigues
Fundador do Site Formiga Elétrica

Cineasta,  editor, aficcionado por ciências, reprogramado pelas 3 Leis da Robótica e trabalha nas horas vagas. Se juntou a um neurótico e a um publicitário para falar sobre as artes sequenciais que tanto lhe fascinam. Ainda não possui dados suficientes para uma resposta significativa.

Paulo Marques
Fundador do Site Formiga Elétrica

Jornalista e publicitário de formação, cinéfilo contumaz acima de tudo. Após investidas em blogs sobre cinema, a vontade de comentar e expressar opiniões sobre a sétima arte continua firme e forte… Nas horas vagas, se informa sobre o mundo das celebridades lendo Caras e Ti Ti Ti.

Raphael Ranieri

Bacharel e mestre em filosofia. Ou seja, alguém que perdeu muito tempo procurando respostas, com as quais ninguém se importa, para perguntas que ninguém fez. Agora pretende contribuir com a humanidade, dissertando sobre temas de preocupação global como quadrinhos, cinema, séries, games e afins.

André Bengel

Jornalista e gamer. A paixão por games começou na época do saudosismos Pokémon Red e Blue em 1998, mas o amor eterno foi consolidado naquele mesmo ano com Final Fantasy VII. A paixão é tanta que fez até um TCC sobre “Ascensão dos e-Sports no Brasil”.

Tábata Porti

Jornalista e falante até demais. Adora filmes de dança e ao invés de pipoca, segura uma caixa de lenços para assitir romances e dramas. Enquanto não realiza o sonho de protagonizar uma novela mexicana, ensaia alguns monólogos debaixo do chuveiro. Além disso, se pudesse, faria o mundo como o Condado dos hobbits.

Claudio Siqueira

Escritor, poeta, flamenguista não praticante, estudante de jornalismo e habitante da Zona Quase Sul. Fanático por HQ´s, cria ao som de bits e poings, drinkando e smokando entre os parágrafos.

Adriano Lima

Livreiro para ganhar a Vida. Escritor para perdê-la. Autodidata, razoavelmente vagabundo, leitor profissional, terapeuta de boteco e escritor etílico. Mora em uma obscura Comunidade Zen-Gestalt em Pindamonhangaba e tem um cachorro chamado Tibérius Wolf, que é Vice-Diretor de Operações de Uma Agência de Inteligência da Qual Ninguém Nunca Ouviu Falar. O cachorro atualmente está no Tibete. Espera-se que ele se ilumine e não volte nunca mais. E é isso.

Marinaldo Junior

Alienígena, diretor e roteirista. Se alimenta de quadrinhos, séries e filmes, porém não dispensa uma batatinha frita com bacon e cheddar. Entre um filme e outro, constrói seu telefone para voltar para casa, mas com esse chip da TIM vai ser difícil…

Emidio Pedro

Designer gráfico e historiador. Grande entusiasta da cultura pop e do poder das histórias. Organiza o Congresso Intergaláctico dos Picas das Galáxias, enquanto faz curadoria para o imaginário Museu Ideológico. Atualmente luta contra o vício em Coca-Cola e batatinha Ruffles.

Fabio Farias

Jornalista, eterno estudante e escritor em formação. Na definição de amigos e conhecidos, uma pessoa esquisita. Apaixonado e, ao mesmo tempo, assustado com as complexidades humanas. Não gosta de mesmice, mas tem medo de mudanças. E por aí vai…

Felipe Bueno

Cineasta de megaproduções imaginárias, tem as salas de Cinema como  extensão da sua casa desde pequeno. Amante de Animes, Tokusatsus e colecionismo, passa seu tempo convencendo a todos que a década de 90 foi a melhor de todas.

Joao Figueiredo

Jornalista e cinéfilo, também é moldado pelos livros de Ian Fleming. Dando pitacos cinematográficos desde antes mesmo de saber o que fazer da vida, já acumulou um mundo de resenhas e de canhotos de cinema. Se fosse um personagem de um filme de David Fincher, seria Mikael Blomkvist, mas até lá assume o manto de ser um aficionado pela boa e velha arte de se fazer filmes.

Marcelo Sakabe

Estudante de cinema, roteirista amador e amante da milenar arte de contar histórias, seja qual for o veículo utilizado, mas com um carinho especial pela sétima arte. Além disso, e principalmente, sem medo de ser chamado de brega, um defensor apaixonado do amor e da honra como os únicos meios de salvação da humanidade. Desiludido com o mundo “real”, busca nas histórias “inventadas” a oportunidade de viver vidas que nossas muitas amarras e limitações não nos permitem.

Marcia Cogitare

Ex-Teóloga, que cultiva um amor insano por literatura, quadrinhos e música. Morreria comendo pão de alho com café com leite e ainda tem esperanças de aprender a tocar guitarra. De uns tempos para cá, percebeu que a nona arte tem ganhado um espaço cada vez maior entre seus hobbies.

Rafael Puritta

Formado em Letras (Português- Inglês) e Pós-Graduando em Língua Portuguesa e Literatura. Louco, como todo professor, e arriscando uma carreira nova depois de ter sido ameaçado por um aluno. Se não der certo, a próxima parada é Nárnia ou, possivelmente, passar um tempo com os elfos.

Luiz Felipe Chamma

Neto de um ex-proprietário de cinema, carrega nos genes o amor e o fascínio pela sétima arte. Estudante do mesmo, e aspirante a diretor, encontra em Martin Scorsese seu grande ídolo, e acha que O Poderoso Chefão, é a maior obra já realizada pela humanidade.