Home > Cinema > Mostra Dogma 95 começando hoje em SP!

Mostra Dogma 95 começando hoje em SP!

Dogma 95

Mostra celebra os 20 anos do movimento Dogma 95

De 2 a 14 de setembro de 2015, o CCBB São Paulo apresenta as obras mais representativas do cultuado movimento cinematográfico da década de 90

Um dos movimentos mais controversos e polêmicos do cinema contemporâneo – o Dogma 95 – completa 20 anos em 2015. Para celebrar o marco, o Centro Cultural Banco do Brasil recebe a mostra Dogma 95, que circula pelo CCBB do Rio, São Paulo e Brasília.

Ao longo de duas semanas, de 2 a 14 de setembro, o cinema do CCBB São Paulo exibe uma programação com 16 longas, de mais de 10 diretores de diversas nacionalidades. A mostra já esteve em cartaz no CCBB RJ, no mês de maio, e no CCBB DF em julho.

O público tem a oportunidade de se aproximar de um dos movimentos mais controversos e curiosamente pouco conhecidos dos últimos anos. A mostra apresenta, sobretudo, o caráter internacional do Dogma 95 e a obra de seus três principais cineastas: Lars Von Trier, Thomas Vinterberg e Susanne Bier. Para discutir as ideias e as obras do movimento, “Dogma 95” contará com debate com os críticos e professores de cinema Filipe Furtado e Fernando Oriente e mediação do curador Júlio Bezerra.

“Dogma 95” visa mostrar títulos polêmicos do cinema contemporâneo, sob um olhar mais urgente e menos “industrial”. É um movimento estético importante? Marketing? Picaretagem? Novidade? São questões a serem abordadas durante a realização da mostra.

O cultuado Lars Von Trier é um de seus líderes e tornou-se um dos cineastas mais icônicos deste movimento. Durante o período em cartaz, a mostra poderá atrair os admiradores da cinematografia de Trier, além de cinéfilos que querem conhecer mais profundamente o Dogma. A seleção de filmes permitirá também, que o público assista ou reveja filmes raros. Trata-se de uma oportunidade de mergulhar neste peculiar universo.

“O nosso maior objetivo é fazer um panorama representativo do que foi o manifesto de Thomas Vinterberg e Lars von Trier e do espírito do movimento que se estende até aos nossos dias, selecionando seus “clássicos” (“Mifune”), seus filmes subvalorizados (“Fuckland”) ou menos famosos (“Julien Donkey-Boy”), oferecer ao grande público a oportunidade única de conhecer as obras e os cineastas que formam o Dogma 95 e ainda fomentar a discussão a respeito de suas regras e conquistas”, conta Júlio Bezerra, curador da mostra.

“É de suma importância ressaltar que o manifesto de Thomas Vinterberg e Lars von Trier completa duas décadas em 2015, um momento mais que oportuno para o retorno a alguns de seus filmes, seus clássicos, os filmes subvalorizados e os menos conhecidos”, completa o curador.

 

Sobre o Movimento:

Dogma 95 é um movimento cinematográfico internacional lançado a partir de um manifesto publicado por Thomas Vinterberg e Lars von Trier em 13 de março de 1995 em Copenhague, na Dinamarca. Em nome de um cinema mais realista e menos comercial, os dois cineastas dinamarqueses estabeleciam algumas restrições quanto ao uso de técnicas e tecnologias, bem como no que diz respeito às temáticas. Primeiro vieram “Os idiotas” e “Festa de Família”, ambos com muito sucesso. De repente, não se falava em outra coisa. Afinal, o Dogma 95 é um movimento estético importante? marketing? picaretagem? novidade? Seja qual for a resposta, hoje, quando olhamos para trás, percebemos mais claramente que o Dogma 95 ao menos nos permitiu discutir estética e alternativas de produção em um cinema cada vez mais hegemonizado.

 

 

Sobre o Curador:

Júlio Bezerra é pós-doutor na ECO-UFRJ com uma pesquisa a respeito do corpo no cinema contemporâneo e autor do livro “Documentário e jornalismo: Propostas para uma cartografia plural” (Garamond, 2014). Jornalista e crítico de cinema, colaborou com as mais variadas publicações: “Flash!”, “Bravo!”, “Vizoo”, “Revista de História da Biblioteca Nacional”, “Mosh!”, “Revista Programa”, “Revista de Cinema” e “Cinética”. Sócio-fundador da Firula Filmes, produziu e dirigiu três temporadas da série “Esquinas” (Canal Brasil), inspirada em uma sessão da revista “Piauí”, e assinou a curadoria das retrospectivas de Abel Ferrara (CCBB, 2012) e Samuel Fuller (CCBB, 2013).

 

Programação – São Paulo:

1° Semana

 

Quarta, 02 de setembro

16h30 – Corações Livres (Elsker dig for Evigt / DVD / 113  min / 2002 / 16 anos)

19h – Ondas do Destino (Breaking the Waves / 35mm / 159 min / 1996 / 16 anos)

 

Quinta, 03 de setembro

17h30 – Os Idiotas (Idotern / DVD / 117 min / 1998 / 16 anos)

20h – DEBATE: Fernando Oriente e Filipe Furtado

 

Sexta, 04 de setembro

15h – O Rei está Vivo (The King is Alive / DVD / 109 min / 2000 / 16 anos)

17h30 – Julien Donkey Boy (DVD / 100 min / 1999 / 16 anos)

19h30 – Brothers (Brodre / 35mm / 117 min / 2004 / 16 anos)

 

Sábado, 05 de setembro

14h30 – Mifune (DVD / 98 min / 1999 / 16 anos)

16h30 – Corações Livres (Elsker dig for Evigt / DVD / 113  min / 2002 / 16 anos)

19h – Ondas do Destino (Breaking the Waves / 35mm / 159 min / 1996 / 16 anos)

 

Domingo, 06 de setembro

16h – O Rei está Vivo (The King is Alive / DVD / 109 min / 2000 / 16 anos)

18h30 – Julien Donkey Boy (DVD / 100 min / 1999 / 16 anos)

 

Segunda, 07 de setembro

15h – Kiara’s Reason – A Love Story (En Kaerlighedshitorie / DVD / 93 min / 2001 / 16 anos)

17h – Brothers (Brodre / 35mm / 117 min / 2004 / 16 anos)

19h30 – Lovers (35mm / 100 min / 1999 / 16 anos)

 

2° Semana

 

Quarta, 09 de setembro

10h – Sessão especial e gratuita de Os Idiotas para universitários + Bate Papo *

*Os universitários interessados nessa sessão deverão enviar um e-mail com o nome completo para dogma95ccbb@gmail.com e aguardar confirmação.

Os participantes receberão um certificado e um catálogo.

15h30 – Italiano para Principiantes (Italian for Beginners / DVD / 89 min / 2000 / 16 anos)

17h30 – Fuckland (DVD / 87 min / 2000 / 16 anos)

19h30 – Festa de Família (Festen / DVD / 105 min / 1998 / 16 anos)

 

Quinta, 10 de setembro

15h30 – Kiara’s Reason – A Love Story (En Kaerlighedshitorie / DVD / 93 min / 2001 / 16 anos)

17h30 – Mifune (DVD / 98 min / 1999 / 16 anos)

19h30 – A Caça (Jagten / 35mm / 115 min / 2012 / 16 anos)

 

Sexta, 11 de setembro

15h – Dogma do Amor (It’s All About Love / DVD / 104 min / 2003 / 16 anos)

17h – Hotel (DVD / 114 min / 2001 / 16 anos)

19h15 – Dançando no Escuro (Dancer in the Dark / 35mm / 140 min / 2000 / 16 anos)

 

Sábado, 12 de setembro

15h – Italiano para Principiantes (Italian for Beginners / DVD / 89 min / 2000 / 16 anos)

17h – A Caça (Jagten / 35 mm / 115 min / 2012 / 16 anos)

19h30 – Os Idiotas (Idotern / DVD / 117 min / 1998 / 16 anos)

 

Domingo, 13 de setembro

14h – Dogma do Amor (It’s All About Love / DVD / 104 min / 2003 / 16 anos)

16h30 – Lovers (35mm / 100 min / 1999 / 16 anos)

18h30 – Festa de Família (Festen / DVD / 105 min / 1998 / 16 anos)

 

Segunda, 14 de setembro

14h30 – Fuckland (DVD /87 min / 2000 / 16 anos)

18h30 – Hotel (DVD / 114 min / 2001 / 16 anos)

19h – Dançando no Escuro (Dancer in the Dark / 35mm / 140 min / 2000 / 16 anos)

 

Sinopses:

 

Brothers

Brødre / 2004 / 117 min

Direção: Susanne Bier

Roteiro: Susanne Bier e Anders Thomas Jensen

Produção: Karen Bentzon, Peter Garde, Peter Aalbæk Jensen, Sisse Graum Jørgensen e Jaume Vilalta

Fotografia: Morten Søborg

Montagem: Pernille Bech Christensen e Adam Nielsen

Elenco: Ulrich Thomsen, Nikolaj Lie Kaas, Connie Nielsen e Sarah Juel Werner

Michael é militar, casado com Sarah e pai de duas filhas. Ele é enviado com sua tropa para uma missão da ONU no Afeganistão. Seu irmão Jannik,  a ovelha negra da família, recém-saído da prisão e com um longo histórico de irresponsabilidades, cuidará de Sarah e das meninas.

 

A Caça

A Caça

A Caça

Jagten / 2012 / 115 min

Direção: Thomas Vinterberg

Roteiro: Tobias Lindholm e Thomas Vinterberg

Produção: Karen Bentzon, Sisse Graum Jørgensen, Morten Kaufmann, Meredith King, Elin Lennartsson e Thomas Vinterberg

Fotografia: Charlotte Bruus Christensen

Montagem: Janus Billeskov Jansen e Anne Østerud

Elenco: Mads Mikkelsen, Thomas Bo Larsen, Annika Wedderkopp e Lasse Fogelstrøm

Lucas é um homem simpático que se submete a todas as vontades da ex-mulher e tenta se reerguer depois de um divórcio trabalhando como professor numa escola infantil. Um dia, uma das suas alunas, filha de seu melhor amigo, conta para a diretora que ele a molestou.

 

Corações Livres

Elsker dig for Evigt / 2002 / 113 minutos

Direção: Susanne Bier

Roteiro: Anders Thomas Jensen

Produção: Vibeke Windeløv, Peter Aalbæk Jensen, Jonas Frederiksen e Karen Bentzon

Fotografia: Morten Søborg

Montagem: Pernille Bech Christensen e Thomas Krag

Elenco: Sonja Richter, Nikolaj Lie Kaas, Mads Mikkelsen e Paprika Steen

Cecilie e Joachim são namorados e estão prestes a se casar. Só que a felicidade do casal acaba quando ele é atropelado e fica tetraplégico. Procurando consolo, Cecilie começa a ter um caso com o médico Niels, casado com a mulher que atropelou Joachim.

 

Dançando no Escuro

Dançando no Escuro

Dançando no Escuro

Dancer in the Dark / 2000 / 140 min

Direção: Lars Von Trier

Roteiro: Lars Von Trier

Produção: Vibeke Windeløv, Malte Forssell, Tony Grob e Peter Aalbæk Jensen

Fotografia: Robby Müller

Montagem: François Gedigier e Molly Marlene Stensgaard

Elenco: Björk, Catherine Deneuve, David Morse, Peter Stormare e Joel Grey

Selma Jezkova é uma mãe solteira portadora de uma doença hereditária na visão. Tentando impedir que seu filho fique cego como ela, Selma trabalha o máximo que pode para economizar e pagar sua operação. Só que quando um vizinho amigo passa por problemas financeiros e a rouba, têm-se início uma série de trágicos acontecimento que mudarão para sempre os rumos de sua vida.

 

Dogma do Amor

t’s All About Love /2003 / 104 min

Direção: Thomas Vinterberg

Roteiro: Mogens Rukov e Thomas Vinterberg

Produção: Marianne Christensen, Bo Ehrhardt, Birgitte Hald, Stephen Hegyes, Peter Aalbæk Jensen, Morten Kaufmann, Deborah Bayer Marlow, Lars Bredo Rahbek, Paul Webster, Shawn Williamson e James Wilson

Fotografia: Anthony Dod Mantle

Elenco: Joaquin Phoenix, Claire Danes, Sean Penn e Douglas Henshall

Num futuro próximo, duas pessoas lutam por seu amor e por suas vidas em um mundo em desequilíbrio. John e Elena vivem um casamento à distância. Essa distância causou uma certa frieza entre eles. Ele decide a visitar para pedir a separação, e leva consigo os papéis do divórcio.

 

Festa de Família

Festen / 1998 / 105 min

Direção: Thomas Vinterberg

Roteiro: Thomas Vinterberg e Mogens Rukov

Produção: Birgitte Hald e Morten Kaufmann

Fotografia: Anthony Dod Mantle

Montagem: Valdís Óskarsdóttir

Elenco: Ulrich Thomsen, Henning Moritzen, Thomas Bo Larsen, Paprika Steen, Birthe Neumann e Trine Dyrholm

Uma família se reúne em um hotel para comemorar o aniversário de seu patriarca. Neste mesmo lugar, anos atrás, uma das filhas do aniversariante havia se suicidado, o que faz renascer antigas e amargas lembranças. Um dos filhos acusa o pai de tê-lo molestado sexualmente quando criança, o namorado negro de uma das filhas provoca preconceitos raciais, e até o cozinheiro e as garçonetes acabam interferindo na história.

 

Fuckland

2000 / 87 min

Direção: José Luis Márques

Roteiro: José Luis Márques

Produção: Diego Dubcovsky, Edi Flehner, Jonathan Perel, Jonathan Peret e Mariano Suez

Fotografia: Alejandro Hartmann, José Luis Marquès, Guillermo Naistat e Fabián Stratas

Montagem: Pipo Bonamino

Elenco: Fabián Stratas, Camilla Heaney

Um argentino chega às Ilhas Malvinas para reconquistá-las, seguindo o lema “faça amor, não faça guerra”. Para isto ele tentará espalhar sêmen argentino, deitando-se com o maior número de nativas possível, na intenção de engravidá-las. Ele tenta incitar seus compatriotas a fazerem o mesmo.

 

Hotel

2001 / 114 min

Direção: Mike Figgis

Roteiro: Heathcote Williams, Mike Figgis e John Webster

Produção: Andrea Calderwood, Mike Figgis, Annie Stewart, Lesley Stewart      e Ernst Etchie Stroh

Fotografia: Patrick Stewart

Elenco: Max Beesley, Saffron Burrows, Rhys Ifans e Fabrizio Bentivoglio

Uma equipe britânica roda uma versão de A Duquesa de Malfi em Veneza. As filmagens são documentadas por um famoso e presunçoso documentarista, enquanto os funcionários do hotel onde todos estão hospedados compartilham refeições com carne humana.

 

Os Idiotas

Os Idiotas

Os Idiotas

Idioterne / 1998 / 117 min

Direção: Lars Von Trier

Roteiro: Lars Von Trier

Produção: Vibeke Windeløv, Peter Aalbæk, Svend Abrahamsen e Dag Alveberg

Fotografia:  Lars Von Trier

Montagem: Molly Malene Stensgaard

Elenco: Bodil Jørgensen, Jens Albinus, Anne Louise Hassing, Troels Lyby, Nikolaj Lie Kaas e Louise Mieritz

Um grupo antiburguês constitui uma espécie de sociedade à parte, cuja proposta se baseia na procura de seu “idiota interior” como uma forma de se libertar de qualquer inibição. Assim, esses jovens intelectualizados decidem se comportar em público como se tivessem problemas mentais para desestabilizar a ordem dos lugares pelos quais eles passam. A idiotia como valor de vida.

 

Italiano para Principiantes

Italian For Beginners / 2000 / 89 min

Direção: Lone Scherfig

Roteiro: Lone Scherfig

Produção: Karen Bentzon, Gert Duve Skovlund, Peter Aalbæk Jensen, Marianne Moritzen, Ib Tardini, Vinca Wiedemann e Lars von Trier

Fotografia: Jørgen Johansson

Montagem: Gerd Tjur

Elenco: Anders W. Berthelsen, Ann Eleonora Jørgensen e Anette Støvelbæk

A história se passa em uma pequena cidade dinamarquesa onde um grupo de pessoas comuns se reúne para ter aulas de italiano. Não demora muito e o jovem sacerdote Andréas torna-se o centro das atenções do grupo, para quem o destino reservou golpes um tanto duros.

 

Julien Donkey-Boy

1999 / 100 min

Direção: Harmony Korine

Roteiro: Harmony Korine

Produção: Jim Czarnecki, Scott Macaulay, Robin O’Hara e Cary Woods

Fotografia: Anthony Dod Mantle

Montagem: Valdís Óskarsdóttir

Elenco:  Ewen Bremner, Brian Fisk, Chloë Sevigny, Wener Herzog e Joyce Korine

Uma fascinante jornada dentro da mente de Julien, um adolescente esquizofrênico. O seu dia-a-dia familiar, suas manias e seu tenso e imprevisível comportamento.

 

Kira’s Reason – A Love Story

En Kærlighedshistorie / 2001 / 93 min

Direção: Ole Christian Madsen

Roteiro: Ole Christian Madsen e Mogens Rukov

Produção: Bo Ehrhardt e Morten Kaufmann

Fotografia: Jørgen Johansson

Montagem: Søren B. Ebbe

Elenco: Stine Stengade, Lars Mikkelsen e Sven Wollter

Kira e Mads tentam reatar o casamento depois que ela ficou dois anos em um hospício, mas será que ela está realmente preparada para o mundo real?

 

Lovers

1999 / 100 min

Direção: Jean-Marc Barr

Roteiro: Pascal Arnold e Jean-Marc Barr

Produção: Pascal Arnold, Jean-Marc Barr e Emmanuelle Mougne

Fotografia: Jean-Marc Barr

Montagem: Brian Schmitt

Elenco: Élodie Bouchez, Sergej Trifunovic e Madeleine Barr

Jeanne e Dragan se encontram em uma livraria parisiense. Ela trabalha por lá. Ele procura por um livro sobre o pintor Rossetti. Eles iniciam um tórrido romance, embora Dragan não tenha revelado para Jeanne que está na França ilegalmente.

 

Mifune

Mifunes Sidste Sang / 1999 / 98 min

Direção: Søren Kragh-Jacobsen

Roteiro: Anders Thomas Jensen e Søren Kragh-Jacobsen

Produção: Birgitte Hald e Morten Kaufmann

Fotografia: Anthony Dod Mantle

Montagem: Valdís Óskarsdóttir

Elenco: Iben Hjejle, Anders W. Berthelsen, Jesper Asholt, Emil Tarding e Anders Hove

No meio de sua lua de mel, um rapaz descobre que o pai morreu e tem que cuidar de seu enterro, na casa de campo da família. Ele contrata uma empregada para cuidar da propriedade e de seu irmão, que tem problemas mentais. Mas uma série de confusões têm início quando chega a postulante ao cargo: uma bela e jovem ex-prostituta.

 

Ondas do Destino

Ondas do Destino

Ondas do Destino

Breaking the Waves / 1996 / 159 min

Direção: Lars Von Trier

Roteiro: Lars Von Trier, Peter Asmussen e David Pirie

Produção: Zentropa

Fotografia: Robby Müller

Montagem: Anders Refn

Elenco: Emily Watson, Stellan Skarsgård, Katrin Cartlidge, Jean-Marc Barr e Adrian Rawlins

Bess é uma jovem com problemas mentais que mora num vilarejo na Escócia e acaba de se casar. A família não conhece o homem, mas tem esperanças de que ele possa acalmar os surtos dela. Durante umas semanas de ausência do rapaz nas plataformas de petróleo, ela pede a Deus que ele volte logo, o que de fato acontece, devido a um acidente que o deixa paraplégico. Ela se sente culpada.

 

O Rei Está Vivo

The King Is Alive / 2000 / 109 min

Direção: Kristian Levring

Roteiro: Kristian Levring e Anders Thomas Jensen

Produção: Svend Abrahamsen, Christopher Ball, Malene Blenkov, Kobus Botha, Peter Aalbæk Jensen, Patricia Kruijer, David Linde, William Tyrer e Vibeke Windeløv

Fotografia: Jens Schlosser

Montagem: Nicholas Wayman Harris

Elenco: Miles Anderson, Romane Bohringer, David Bradley, David Calder e Bruce Davison

Após um acidente de ônibus, em pleno deserto africano, os onze tripulantes sobreviventes refugiam-se em uma vila fantasma, enquanto esperam pelo resgate. Para se distraírem resolvem encenar a peça de Shakespeare, Rei Lear.

 

SERVIÇO

Dogma 95

Patrocínio: Banco do Brasil

De 02 a 14 de setembro de 2015

Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (Rua Alvares Penteado, 112 – Centro)

Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia entrada)

Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

Informações: 11 3113-3651/3652

Horários e classificação indicativa disponíveis no site www.bb.com.br/cultura

www.twitter.com/ccbb_sp

www.facebook.com/ccbbsp

Já leu essas?
Elder Fraga premiado melhor diretor por curta baseado em Shakespeare!
Crítica de Uma Razão Para Viver
Uma Razão Para Viver – Estreia frustrada de Andy Serkis na direção!
Crítica de Liga da Justiça
Liga da Justiça – Joss Whedon é o membro mais valioso da equipe!
O filme da Liga da Justiça no Formiga na Cabine
Liga da Justiça no Formiga na Cabine!