Home > Cinema > Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho!

Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho!

Coração de Leão é perfeito para uma sessão a dois

Não entendi o motivo da distribuidora não ter aproveitado a data de 12 de junho para lançar Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho (Corazón de León), filme argentino de 2013 que chega um ano atrasado aos cinemas brasileiros, já que o filme é uma comédia romântica ideal para ser vista com uma boa companhia.

(Se comédia romântica é sua praia, leia também as críticas de Deixa Rolar e Simplesmente Acontece. Se também gosta de romances com uma boa dose dramática, assista a esse episódio do Formiga na Tela)

Coração de Leão - O Amor Não Tem Tamanho

Ivana Cornejo (Julieta Díaz) é advogada e sócia no escritório de seu ex-marido Diego (Mauricio Dayub). Divorciados há 3 anos, eles parecem não conseguir se desvencilhar um do outro e experimentar novos amores.Tudo começa a ganhar novos rumos na vida de Ivana quando ela perde o celular e um homem, muito bem-humorado e encantador, liga para a casa dela avisando que o encontrou e perguntando se poderiam marcar algo para devolver o aparelho.

O que seria um simples aviso ao telefone, se prolonga numa conversa divertida e descontraída, na qual Ivana se sente encantada com este homem anônimo. Chega o dia marcado e qual a imensa surpresa de Ivana ao constatar que este homem encantador é, inesperadamente, um anão, Léon Godoy (Guillermo Francella), um arquiteto de sucesso. O tempo passa e ambos se apaixonam. Agora resta saber se o amor é maior que o preconceito, e qual levará a melhor nesta história.

Coração de Leão - O Amor Não Tem Tamanho

Boa diversão, mas com ressalvas

Achei interessante e corajoso um dos personagens principais ser um anão. Embora, na verdade, o ator Guillermo Francella tenha 1,72, o efeito do filme nos leva a pensar de que se trata mesmo de alguém que sofre de nanismo. Ponto positivo para a galera de efeitos visuais. O roteiro introduz de forma leve o drama de viver com o preconceito dos outros, e o desgaste de ter que provar o tempo todo sua capacidade na área profissional e pessoal. Particularmente, eu gostaria de passar um tempo maior com a Ivana, com seus dilemas, incertezas e seu ideal de felicidade. Infelizmente, o filme não nos dá o tempo necessário para sofrermos o impacto desta realidade.

A comicidade demasiada com a falta dos 40cm do personagem Léon, acabou por ser cansativa demais no filme, com muitas cenas onde a câmera foca o corpo inteiro dele sentado, com as pernas penduradas, se remexendo na cadeira e incapaz de tocar o chão com os pés. Não consegui me comprometer totalmente com o filme por conta deste detalhe, mas, ainda assim, torci o tempo inteiro pelo casal.

Coração de Leão - O Amor Não Tem Tamanho

Indico este filme para aqueles que desejam um bom passatempo sem grandes expectativas, apenas para relaxar e se divertir. Se você é um fã de comédias românticas, tem tudo para curtir a experiência. Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho é um filme que não tem por onde ser inesquecível para a grande maioria do público, mas tudo bem, afinal, ele não tem realmente essa pretensão. Dentro do que parece ser a intenção do diretor Marcos Carnevale, podemos dizer que ele se saiu bem.

 

Já leu essas?
Crítica de Tempestade: Planeta em Fúria
Tempestade: Planeta em Fúria – O espectador também…
Crítica de Além da Morte
Além Da Morte – E também da qualidade, inteligência e do bom senso!
Crítica do filme Bom Comportamento
Bom Comportamento – Marginalidade pulsante e afetos desajustados!
space between
Curta The Space Between Us mostra futuro distópico de poluição!
  • Daniel Fontana

    Mas esse ator é conceituado na Argentina. Acho que, do ponto de vista comercial, é mais chamativo usa-lo.

  • Gláucia, eu pensei que o ator fosse mesmo um anão.
    Este ator está no filme “Segredo dos teus olhos”, ele é o cara que bebe pra caraca e trabalha com o Darín no forum.

    Hug

  • Gláucia

    Vixi, preciso assistir de novo esse filme com o Darín. Assisti duas vezes mas não me lembro do ator.

  • Comigo aconteceu extamente a mesma coisa, não reconheci o “anão” neste filme.